Arquivo da tag: tributchan

Quem disse que Japão e Axé não combinam? Em 1998 o grupo É o Tchan inventou o cruzamento entre a cultura nipônica e a baiana com a música “ArigaTchan”, que se tornou rapidamente um de seus maiores sucessos. O mais engraçado é que a música foi lançada no disco “É o Tchan no Havaí” – e vamos combinar que a distância entre o Havai e Tóquio é bem grande….

Esse disco também marcou a saída de Carla Perez e a chegada da “nova loira do Tchan”, a Sheila Mello, que fez tanto sucesso quanto sua antecessora – Sheila foi eleita num concurso na TV e logo após a vitória posou nua para a revista Playboy, selando sua estreia no grupo. Ela permaneceu no grupo até o ano de 2003. O disco vendeu mais de um milhão de cópias e além de “Arigatchan” e “A Nova Loira do Tchan”, também lançou os hits “Rebola” e “É o Tchan no Havaí”.

Pouco depois de ter saído do grupo É O Tchan, a dançarina Carla Perez bem que tentou seguir a carreira de atriz, mas acabou se dando mal. “Cinderela Baiana”, o filme estrelado por Carla em 1998 e que era baseado na sua vida, narrando sua trajetória da infância pobre no sertão até seu sucesso nos palcos, foi não somente um fracasso total de público e crítica, como é eleito até hoje um dos piores filmes já feitos na história do cinema nacional.

É claro que, com um histórico destes, o filme logo alcançaria um status de cult e virou uma verdadeira pérola do cinema trash nacional. Carla bem que tentou proibir a execução pública e comercialização do filme, mas ele logo caiu na Internet, onde virou um grande sucesso.

O filme tem tudo o que um clássico trash tem de melhor: atuações sofríveis e medíocres, enredo banal, efeitos especiais caseiros e tudo mais. Mas olhando com olhos trashers, “Cinderela Baiana” até que te seu charme, e é diversão garantida num tarde de sábado com os amigos.

O grupo É O Tchan teve diversas formações, mas é inegável que a formação mais clássica foi aquela que trouxe “Cumpadi” Washington e Beto Jamaica, junto com os dançarinos Carla Perez, Sheila Mello, Scheila Carvalho e Jacaré. Foi com essa turma que eles alcançaram seus maiores sucessos, como “Melô do Tchan (Segure o Tchan)”, “Ralando o Tchan (A Dança do Ventre)”, e muitos outros. E por onde andam eles hoje em dia, hein?

Bom, Carla Perez fez sucesso em sua carreira solo apresentando programas de TV e logo depois passou a se dedicar ao público infantil, gravando inclusive discos para a molecada. Sheila Mello tentou seguir carreira de cantora e lançou um single chamado “Água”, que fez mais sucesso pela sua total baixa qualidade do que qualquer outra coisa, e em 2009 participou da 2ª temporada do reality show A Fazenda, da Rede Record.

Depois que saiu do grupo, Sheila Carvalho participou de vários programas em vários canais e desde o final de 2001 ela apresenta um programa de variedades na TV Itapoan, afiliada da Rede Record na Bahia. Jacaré tentou virar humorista, e foi ator em vário sepisódios do programa A Turma do Didi. Beto Jamaica continua cantando, produzindo e fazendo shows pelo país e “Cumpadi” Washington também segue o mesmo ritmo, e foi recentemente um dos participantes mais preferidos pelo público no reality show A Fazenda em sua quarta edição.