Arquivo da tag: Trasher da Semana

Há quanto tempo você frequenta a festa?
8 anos e tralalá…

Conte um pouco sobre como conheceu a Trash 80′s.
A história é longa, mas foi através do Mafra, na verdade o segurança amigo meu que trabalhava na Next (atual Caravaggio) tinha me falado que acontecia uma festa muito interessante no Hotel do outro lado da rua… e de fato era

A primeira impressão foi de muito impacto, lembro tão bem, até telefonei para meus amigos, para vir lá ver o que estava acontecendo, há nove anos atrás, era muita loucura, estar tocando essas músicas no meio da madrugada paulista era genial, sabia que marcaria a noite de SP.

Agora, conhecer de verdade, foi aos poucos, cada integrante da festa, dos clientes e a imensa família que me abrigou, conhecer cada pessoa cada um a seu modo, foi incrível.

Nesse tempo todo, qual foi a sua festa inesquecível?
Houve várias festas, uma mais legal que a outra, mas o “Chão é o Limite” foi para mi,, por fazer parte do meu aniversário, especial. Mas houve tantos momentos que é difícil lembrar apenas de uma festa ou de um momento as tequiladas, quando fui DJ convidado, Roberto Carlos no final da noite, ser DJ no computador no final da noite, o pastel de manhã… muita coisa

Cite as 5 coisas de que mais gosta na Trash.
Alguns encontram Deus, eu encontrei a Trash, e isso foi fundamental no meu destino e principalmente na minha formação como ser humano.

Aprendi a ser uma pessoa melhor, até porque, de mim, só extraíram esse melhor, e é isso o que mais gosto na Trash, a humanidade que encontro nas pessoas, simples e descoladas sendo o que são, felizes e despreocupadas com rótulos e afins Isso é o que mais gosto mas fse osse citar nominalmente cada uma das 5… seriam:
1) os muitos amigos, amigos, conhecidos que sempre encontram, creiam, com seu sorriso, simpatia, fazem da minha vida, algo melhor
2) tequilada… tantas emoções
3) papo na porta da “buati”, obrigado a todos que me aguentam
4) gostava de cantar Robertão as 6 e meia da manhã e adoro atrapalhar o DJ fazendo a ilumação
5) das pessoas, os funcionários do Caravaggio, Viana, Shirley e cia, da Trash, de Eneas/Tonyy ao Fabião, da energia dos clientes/amigos … guardarei todos vocês para sempre .

Todo mundo já pagou um ‘micão’ na Trash 80′s. Qual foi o seu?
Me colocaram para fazer uma performance… o trauma foi tão grande que nem me lembro qual, juro, pode não parecer, mas sou mega tímido, aquilo para mim é muito complicado.

Resuma a Trash 80′s em uma palavra!
A Trash é Eighties hehe brincadeira… DIVERSÃO GARANTIDA

Pra você, quais as músicas mais legais da Trash 80′s?
A mais legal óbvio é “Emoções” do Roberto Carlos tocada as 6 e meia da manhã, isso é dignidade, na verdade o set final sempre é muito bom. De resto, o set do Nico é muito bom, desde que eu esteja ao seu lado, a coisa anda bem … hehe. Nico, sou seu fã !

Gostaria de agradecer a todo mundo da Trash, quando digo todo mundo, significa, clientes, funcionários, criadores e amigos, vocês fizeram história, vocês são a história viva e acontecendo e são grande parte da minha história .

Cada minuto que passei com vocês, minha vida ficou um pouco melhor e mais feliz, cada lembrança, guardarei para todo o sempre, obrigado a todos,

Amo voces e não é pouco!

Há quanto tempo você frequenta a festa?
Freqüento a festa desde o carnaval de 2008.

Conte um pouco sobre como conheceu a Trash 80′s.
Alguns amigos sempre tiveram vontade de ir para a Trash para curtir o fim, mas eu sempre reclamava e desmarcava, quando fui trabalhar na peça “Miss Brasil Sou Eu” conheci o Darwin (Tancinha), ele era o diretor da peça e marcou algumas performance na POP TRASH, acabei conhecendo a festa e a Paula Fanny gostei do clima, da casa e comecei a freqüentar de sábados, depois de quintas depois de quintas, sextas e sábados kkkk

Nesse tempo todo, qual foi a sua festa inesquecível?
Algumas… Aniversário de 7 anos que foi bafoo!!!! Festas open bar e a minha primeira performance na Trash que foi no carnaval de 2008.

Cite as 5 coisas de que mais gosta na Trash.
O clima família de festa de aniversário kkkk, as músicas, os amigos que eu fiz dentro que hoje frenquenta a minha casa, agora as colegas de trabalho, as decorações temáticas que cada mês ou festa especial tá sempre diferente e arrasando.

Todo mundo já pagou um ‘micão’ na Trash 80′s. Qual foi o seu?
Só 1??? Ahh, pago mico toda a noite afinal sou uma árvore de Natal ambulante kkkk. Mas o pior foi fazer uma performance de palhaça… nem lembro quando foi kkkkk

Resuma a Trash 80′s em uma palavra!
BAFO!!

Pra você, quais as músicas mais legais da Trash 80′s?
Cyndi Lauper – “Girls Just Want To Have Fun”, Thalia -”Maria del Bairro”, Trem da Alegria – “Pra Ver Se Cola”, Sidney Magal – “Sandra Rosa Madalena”, Gretchen – Todas, Rita Cadillac – “É Bom Para o Moral”…aahhhh várias, afinal chego meia noite e só vou embora às 7h quando tá acabando kkkkkkk

Há quanto tempo você frequenta a festa?
Frequento a festa desde 2005 mas acompanho desde o inicio de sua criação através de fotolog, sites, blogs etc…

Conte um pouco sobre como conheceu a Trash 80′s.
Eu não moro em São Paulo. Na verdade, moro bem longe (em Belém-PA) mas tenho vários amigos que moram em São Paulo e vou pelo menos umas 5 vezes por ano à Sampa visitá-los e é logico vou o maior número de vezes possiveis na Trash. Fiz contatos com alguns DJs da Trash via internet e fui sozinho na festa, tomei coragem e falei com o DJ Wander Yukio que me recebeu super bem, me deu pulseira vip e em seguida me apresentei pro Eneas que me fez me sentir super bem lá, me convidou para discotecar algumas vezes e desde então a festa se tornou um vício pra mim. Alguns amigos até me chamam de louco pois quando aterriso em Sampa quero ir direto pra lá…

Nesse tempo todo, qual foi a sua festa inesquecível?
Tiveram várias… As que mais marcaram pra mim foram: uma quem que o tema era “noite do laranja” em 2006, show do Afonso Nigro na Vila Olímpia em 2005 e as noites em que discotequei como DJ convidado. Estão marcardas na minha memória como uma das noites mais divertidas da minha vida!

Cite as 5 coisas de que mais gosta na Trash.
A sensação de alegria transbordando nas pessoas, as músicas, os DJs, a Paula Funny e o tema nostálgico.

Todo mundo já pagou um ‘micão’ na Trash 80′s. Qual foi o seu?
Foi uma vez que a turma da Trash resolveu fazer uma espécie de homenagem pra mim e pediu que eu falasse algo no microfone e eu simplesmente dei um berro dizendo “Wander eu te amoooo” me referindo ao meu agradecimento por ele ter me recebido tão bem lá! rsrsr…

Resuma a Trash 80′s em uma palavra!
FELICIDADE!

Pra você, quais as músicas mais legais da Trash 80′s?
Sou suspeito para falar pois gosto de muitas, provavelmente iria passar o dia inteiro citando elas. Mas vou colocar músicas das minhas bandas e cantores preferidos: “Always On My Mind” (PET SHOP BOYS), “Pandora´s Box” (OMD), “Bizarre Love Triangle” (NEW ORDER), “Never Gonna Give You Up” (RICK ASTLEY), “Girls Just Wanna Have Fun” (CYNDI LAUPER), “Too Many Broken Hearts” (JASON DONOVAN), “I Should Be So Lucky” (KYLIE MINOGUE).

Fernanda Fernandes

Há quanto tempo você frequenta a festa?
Desde 14 de Novembro de 2006. (Orkontro 9)

Conte um pouco sobre como conheceu a Trash 80′s.
Procurava uma balada diferente para comemorar meu aniversário. Um amigo me sugeriu uma tal de Trash 80′s, da qual tocava Xuxa, Paquitas, Sidney Magal… Adoro as músicas dos anos 80, o clima e tal, mais fiquei meio com receio, afinal quem nos dias de hoje vai para uma balada dançar Xuxa? Entrei no site para me informar mais sobre a casa, e gostei do que vi. Decidi arriscar e comemorar na casa. Fomos em grupo, ninguém conhecia o lugar, exceto esse amigo. O clima da porta, o Cris gongando as pessoas na fila, aumentava ainda mais a minha curiosidade. Quando entrei lembro que estava tocando ” Não se vá” de Jane e Herondy com direito a clipe no telão, pensei “aonde eu estou meu Deus?” hahaha e meus amigos olhavam com a mesma interrogação pra mim.. 5 minutos depois estávamos todos se acabando na pista, foi uma noite divertidíssima, aonde todos adoraram e aonde eu mal sabia que iniciava um caso de “amor e vício” rs.

Nesse tempo todo, qual foi a sua festa inesquecível?
Nossa difícil, foram tantaaaaaas. Cada noite tem o seu toque especial, sua energia, magia, todas por si só acabam sendo inesquecíveis, deixa a sua marquinha ( literalmente rs), sua história para contar.. Mas algumas que marcaram foram as noites de Open Bar ( ai que saudade), as comemorações do meu aniversário, Halloween 2008 no Hotel Cambridge e 2009 na The Week, Natal 2009 e sem dúvida o CarnaTrash 2011… hahaha

Cite as 5 coisas de que mais gosta na Trash.
Acho que 5 coisas chegam a ser até injusto, pois gosto de tudo! O clima da festa, o astral e energia contagiante das pessoas. O staff maravilhoso, os DJs que me deixam com dor nas pernas de tanto me acabar de dançar, as músicas, o palquinho, as coreô, a promoção de vodca, os temas, as produções, a diversidade, o respeito.. tantas coisas!
O ambiente que faz com que eu me sinta em casa, aonde por mais cansada e estressada que eu esteja, é só passar da calçada para dentro que tudo muda, a energia se renova. Lugar que é meu cantinho de diversão, meu refúgio das horas alegres e das tristes também. Aonde chegamos e somos recebidos por abraços pelas pessoas que trabalham, aonde ninguém é tratado com indiferença e que estão sempre a disposição de ouvir e fazer o melhor para os frequentadores, sempre se superando nas festas, produções.
E não poderia deixar de citar os “presentes” que a festa me deu ao decorrer desses anos: AMIGOS! Pessoas queridas que conheci ali, que hoje fazem parte da minha vida e se tornaram especiais e essenciais.. Família trasher! ;) ;)
E ainda me perguntam se não enjôo, porque só vou pra lá, toda semana…É inexplicável o carinho, o amor que tenho por esse lugar, que mudou minha vida!!

Todo mundo já pagou um ‘micão’ na Trash 80′s. Qual foi o seu?
Cada noite é um mico, um não, vários rsrs. Já cai de todos lugares possíveis e imagináveis na buaty, confundi pessoas e nomes, dormi no banheiro por 3h e fui “salva” pelas tias, subi no palquinho no dia do meu niver para participar de um concurso que a Thalia Bombinha apresentava, acabei batendo cabelo que nem uma louca. E os mais “recentes” foram no CarnaTrash 2011, o concurso do funk ( por que deixaram eu fazer aquilo?? rs) e na noite da Micareta (a qual eu mais esperei) dancei duas músicas e apaguei na calçada em um mega pt, acordei toda cagada no maiô as 6h da manhã no “avatar”(rsrs). Inconformada até agora (rs)

Resuma a Trash 80′s em uma palavra!
Inesquecível!

Pra você, quais as músicas mais legais da Trash 80′s?
Adoro as infantis e as de coreô! Amo Xuxa – “Lua de Cristal” e Dirty Dancing -”Time of my Life” ( “minhas” músicas *-*), Paquitas, Wando, Rosana, Dominó, Sidney Magal, Turma do Balão Mágico, Roupa Nova, A-Ha, Cyndi Lauper, Beto Barbosa, Thalia…… ahh todas!
E sempre Robertão no final né?? rsrs

“São tantas já vividas, são momentos que eu não me esqueci. Detalhes de uma vida, histórias que eu contei aqui…Amigos eu ganhei, saudades eu senti partindo. E às vezes eu deixei vc me ver chorar sorrindo…. Se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu vivi ” =D=D

Paula Valério

Há quanto tempo você frequenta a festa?
Desde 2005.

Conte um pouco sobre como conheceu a Trash 80’s.
Tenho um amigo homossexual que vivia me convidando pra ir, porém, quando ele me contou que na balada tocava Xuxa, Trem da Alegria, Rosana, Dominó, enfim, resisti porque não podia acreditar que um lugar onde toca esse tipo de música podia ser interessante. Nada contra a diversidade, até porque acredito que as melhores baladas são essas onde não existe nenhum tipo de preconceito e também porque as melhores pessoas que eu conheço são homossexuais.

Não ia mesmo por causa das músicas. Como assim Jane e Herondy ??? Afff. Até que uma bela noite, sem nada pra fazer, sucumbi aos pedidos dele e resolvi ir fazer compania crente que nada ia acontecer. Qual foi minha surpresa ao me deparar com pessoas de tão alto astral e sem nenhum tipo de frescura. Pessoas do bem, felizes, receptivas.

Resumindo: me diverti horrores e sem medo de errar foi uma das melhores surpresas da minha vida. Desde então não deixei mais de ir. Todo fim de semana estou presente nas festas e a cada dia conheço mais e mais pessoas maravilhosas que vão fazendo parte da minha vida e o serão pra sempre.

Hoje, esse mesmo amigo que me levou não entende como consigo estar na buaty todo fim de semana e depois disso já levei váááááááárias pessoas que também se renderam a magia do lugar.

Nesse tempo todo, qual foi a sua festa inesquecível?
Nossa!! Tiveram várias. Mas acho que todas as comemorações do meu aniversário são demais (todo ano comemoro na casa), os 7 anos da Trash na The Week e o Carnatrash de 2009 onde conheci alguém que estará pra sempre no meu coração e que trouxe com ele pessoas maravilhosas que se tornaram essenciais na minha vida.

Cite as 5 coisas de que mais gosta na Trash.
Os funcionários (todos), o alto astral das pessoas, a decoração, os amigos e amigas conquistados e as músicas, claro!!

Todo mundo já pagou um ‘micão’ na Trash 80’s. Qual foi o seu?
Sair tropeçando ao raiar do dia já foram tantas vezes que nem é mais mico. Escorregar no meio de uma correografia também já é comum. Dormir no sofá do dark presenciando cenas hilárias. Mas acho que o maior mesmo foi cair da escada. A sorte é que fui parar nos braços do bombeiro e o mico parou por ali. Mas vamos combinar…quem já não caiu daquela escada….ai ai!!

Resuma a Trash 80’s em uma palavra!
Pode ser duas…rss?? Pra sempre !

Pra você, quais as músicas mais legais da Trash 80’s?
Lua de Cristal (Xuxa), Sandra Rosa Madalena (Sidney Magal), Black or White (M. Jackson), Evidências (Chitão e Xororó), Girls Just Wanna Have Fun (Cyndi Lauper), O Amor e o Poder (Rosana), Companheiro (Dominó) e Não Se Reprima (Menudo).