Arquivo da tag: sylvester

Desde que a Trash começou, há onze anos, um dos nossos principais lemas é “Preconceito Não Entra Aqui!”. E a gente sempre seguiu isso à risca. Agora, às vésperas de mais uma Parada do Orgulho LGBT em São Paulo, nada melhor que relembrarmos alguns dos hinos gays que fazem muito sucesso na festa!

Tem, por exemplo, um que é a cara da Trash: os meninos do Erasure, montados de ABBA, cantando “Take A Chance On Me” – um dos maiores sucessos do grupo sueco. E já que estamos falando nele, não podemos deixar de citar outro clássico, “Mamma Mia”, de 1975. E pra fechar, a inesquecível “You Make Me Feel”, do grande Sylvester.


1º de dezembro (sábado) é o Dia Mundial de Luta Contra a AIDS, e a Trash 80′s, como faz todos os anos, abre espaço na sua divertida programação para apoiar a causa. Os DJs da festa vão produzir alguns sets especiais durante a noite com artistas que são engajados nesta luta e que fazem questão de dizer não ao preconceito, tais como Erasure, Madonna, Cyndi Lauper, George Michael e Culture Club. No lounge, uma ação fotográfica serve de apoio para conscientizar geral.

E infelizmente vários de nossos ídolos já se foram devido à causas ligadas a esta doença. Só nos anos 80, o pop mundial ficou sem as incríveis vozes dos cantores Sylvester, Freddie Mercury e Cazuza. Todos artistas que fazem muita falta e que deixaram um grande legado para o mundo das artes.


Uma das figuras (e talentos) mais incríveis da disco music foi o cantor americano Sylvester. Dono de uma voz imbatível e também de um visual super provocante e andrógino, Sylvester virou símbolo máximo daquela época de muito brilho e paetê. Vindo de uma família pobre e tendo começado sua carreira como cantor de igreja, Sylvester logo se encontrou no teatro e, quando entrou para o insano grupo de drag queens The Cockettes, explodiu de vez.

Além de mega-clássico “You Make Me Feel (Mighty Real)”, Sylvester também emplacou diversos outros hits, como estes “Dance Disco Heat” (que tem as Weather Girls, do também clássico “It’s Raining Man”, como cantoras de apoio!!!) e “Do You Wanna Funk” (que traz cenas de sua passagem pelo Brasil, sendo recepcionado no aeroporto pelos fãs). Simplesmente o máximo!! Aumenta o volume ai e sai dançando!!!


Disco Trash - 21/7

Disco Trash - 21/7

A disco music foi um movimento de liberdade de expressão surgido em meados da década de 1970, liderado por gays, negros e latinos heterossexuais, contra a dominância do rock e a desvalorização da música pra pista. O estilo revolucionou a forma de se divertir em clubes, com sua atmosfera de dança e brilho, que a Disco Trash resgata e ainda traz um tributo à rainha das pistas: Donna Summer.

21/7 – Sábado – Disco Trash
Homenagem a Donna Summer

Confirme sua presença no Eventos Trash 80's no Facebook

Trash 80′s Centro
Quando:
Sábado, 21/7, a partir das 23h
Onde: Clube Caravaggio – Rua Álvaro de Carvalho, 40, Centro – São Paulo
Quanto: R$ 30. Com reserva ou flyer impresso do site, R$ 25 até às 3h
Com Cartão de Fidelidade Clube Caravaggio/Trash 80′s, R$ 20
Reservas: Reservas pelo site www.trash80s.com.br até às 16h do dia da festa (ou da véspera, no caso das festas que acontecem aos sábados e nos feriados oficiais). Reservas sujeitas a disponibilidade.
DJs: Eneas Neto e Nico
Hosts: Paula Funny e Allan Bless
Informações: (11) 3262-4881 / (11) 9162-8588 ou clique aqui.
Classificação etária: 18 anos
Ar-condicionado / Acesso para portadores de necessidades especiais / Proibido fumar
Não possui estacionamento próprio
Aceita dinheiro e cartões Visa e Master (débito e crédito)

Aproveitando que hoje é o Dia Mundial De Combate à AIDS, vamos prestar aqui uma homenagem a alguns dos artistas que fizeram muito sucesso nos anos 80 e que infelizmente já não estão mais fisicamente entre nós, vítimados pela doença. Hoje é um dia para repensarmos sobre a vida e nada melhor do que celebrar a Arte destes músicos e cantores que nos trouxeram tantas alegrias durante muito tempo! E lembrando também que o principal motivo de termos um dia como estes é lembrar a todos que a sociedade precisa botar um fim no preconceito e se mostrar solidária com os portadores do vírus HIV.


Sylvester (1944-1988)

Ofra Haza (1957-2000)

Cazuza (1958-1990)

Renato Russo (1960–1996)

Dan Hartman (1950-1994)

Freddie Mercury (1946-1991)

Klaus Nomi (1944-1983)