Arquivo da tag: Sean Penn

Um dos casais mais polêmicos dos anos 80 voltou a se encontrar. Madonna ferveu um bocado com o ex-marido Sean Penn em Nova York essa semana na festa de lançamento de seu filme – que faz parte de seu “projeto secreto” (que nós já explicamos do que se trata aqui no blog). Os dois pareciam super a vontade, mas nada de mais; Madge estava também acompanhada por seu atual namorado.

Sean Penn e Madge viveram um conturbado casamento entre 1985 e 1989, que envolveu até mesmo uma suposta agressão física contra a diva. O casal se conheceu através de amigos em comum e estrelou junto o filme “A Surpresa de Shangai”, lançado em 1986. Mesmo com toda a confusão e dores de cabeça, o casal permaneceu amigo após o divórcio.

Três comédias clássicas dos anos 80 ganham finalmente suas edições em Blu-ray nos próximos meses. “Clube dos Cafajestes” (1978), “Os Irmãos Cara-De-Pau” (1980) e “Picardias Estudantis” (1982) vão fazer saudosistas dos bons tempos da Sessão da Tarde correrem para as lojas! A previsão é que todas cheguem às prateleiras até setembro.

“Picardias Estudantis” tem nada menos que Nicolas Cage, Forest Whitaker, e Sean Penn pagando o maior mico numa comédia envolta em muita surfe e trapalhadas. Já “Clube dos Cafajestes” traz um Kevin Bacon fazendo o que sabe melhor – ser ele mesmo. E “Os Irmãos Cara-De-Pau” se tornou um sucesso tão grande que acabou gerando uma carreira fora das telas para os personagens vividos pela dupla John Belushi e Dan Aykroyd.

O mais engraçado é que, se na época (e durante um bom tempo depois), estes filmes foram vistos como “cinema de baixa qualidade”, hoje em dia todos tem status de cult, e seus diretores são super reverenciados por terem representado tão bem o espírito de uma década.


Quem vê o ator Sean Penn hoje em dia fazendo papéis super sérios e dramáticos e sendo um dos nomes mais respeitados do cinema americano na atualidade, nem imagina que nos anos 80 ele era um verdadeiro pateta! Pelo menos era assim que ele se comportava no filme “Picardias Estudantis”, uma das comédias mais legais do início dos anos 80.

O filme aliás é um verdadeiro clássico do estilo. Com um elenco cheio de estrelas como Jennifer Jason Leigh, Phoebe Cats e Nicolas Cage, “Picardias Estudantis” era recheado de muita confusão, rock’n'roll e aventuras sexuais de jovens que estavam saindo da adolescência e entrando na vida adulta. Sean Penn, por exemplo, era um surfista meio maluco que só pensava em namorar – e curtir muito a vida. O filme é facilmente encontrado em DVD no Brasil e é obrigatório para todo trasher que honra o nome!

A capa da revista americana Vanity Fair deve fazer muito sucesso nas bancas nas próximas semanas. Tudo porque o ex-sex symbol preferido de muitas adolescentes apaixonadas dos anos 80 Rob Lowe prova, sem camisa, que ainda tem muito “fogo e paixão” pra dar e vender!!!! Aos 47 anos, Rob está atualmente participando da comédia “Parks and Recreation”, e fala para a revista sobre seu livro autobiográfico “Stories I Only Tell My Friends: An Autobiography”, que será lançado em breve.

Nele, Rob conta várias histórias sobre sua carreira e também muita coisa sobre seu relacionamento com os outros atores com quem ele dividia o posto de sex symbol nos anos 80, tais como Tom Cruise, Matt Dillon, Sean Penn e Charlie Sheen – sobre este último, Rob diz inclusive que ambos faziam verdadeiras “competições” pra ver quem conseguia curtir uma balada e beber horrores numa noite e depois no dia seguinte ficar sem ressaca! Pra quem quiser, a Vanity Fair é facilmente encontrada aqui no Brasil em bancas que vendem revistas importadas.

Por coincidência do destino, o ator Sean Penn faz aniversário um dia depois da Madonna – e se você estava vivo nos anos 80, com certeza se lembra que os dois formavam um dos casais mais famosos e polêmicos daquela década.

Sean Penn completa hoje seus 50 aninhos e continua mais lindo do que nunca. Vencedor de dois Oscars, Sean atuou em seu primeiro filme, “Picardias Estudantis”, em 1982. Logo, se tornou um dos maiores símbolos sexuais da época, fazendo sempre a linha bad-boy atormentado, seguindo a escola de grandes lendas do cinema como Marlon Brando e James Dean.

Dono de um temperamento bastante “esquentado”, não era raro vê-lo distribuindo porrada em jornalistas que invadiam sua privacidade, e dizem até que sobrou alguns tapinhas para a Madonna – e isso teria causado a separação do casal, que ficou junto de 1985 à 1989. Mas isso é um passado distante: hoje ele é um dos mais respeitados nomes de Hollywood e é super gente fina: ele está sempre defendendo os direitos humanos e principalmente os dos homossexuais, chegando até mesmo a dirigir o excelente filme sobre o político Harvey Milk e sua luta pelo fim da homofobia. Arrasou, Sean!