Arquivo da tag: rob lowe

Sobre Ontem A Noite

Todo mundo adora uma comédia romântica dos anos 80, né? “Digam o Que Quiserem” foi um destes filmes que valem a pena serem revistos. Lançado em 1989 e dirigido por Cameron Crowe, tinha John Cusak e Ione Skye como um casal onde um jovem pugilista sonhava em se casar com uma bioquímica, ambos recém formados. O filme fez sucessos na Sessão da Trade durante muito tempo, mas ultimamente anda meio esquecido….

Já “Heathers – Atração Mortal”, apesar de ter um título em português que mais parece um filme de terror, é na verdade uma comédia de humor negro bem legal de 1989, estrelada por Winona Ryder, Christian Slater, e Shannen Doherty. Na trama, três garotas mandam e desmandam num colégio americano até que vêem sua autoridade ameaçada com a chegada de um novo aluno, com muita pose e a fim de aprontar muito.

“Sobre Ontem à Noite…” é uma comédia de 1986 estrelada por Rob Lowe, Demi Moore, James Belushi e Elizabeth Perkins. O filme mostra as aventuras amorosas dos quatro, especialmente entre Danny e Debbie (Rob e Demi) que se conhecem num jogo de baseball e dormem juntos poucos dias depois, ao se encontrarem por acaso num bar, e o que começou como uma transa “por uma noite apenas” se torna uma relação bem estável.

Quem completa 46 anos hoje é o ator Robert Downey Jr, um dos maiores nomes do cinema americano das últimas décadas. Nos anos 80, Robert fez parte do chamado “Brat Pack”, o grupínho de atores e atrizes jovens que estrelavam nas telas de cinema no começo daquela década e arrebatavam corações. Faziam parte dele também gente como Emilio Estevez, Rob Lowe, Andrew McCarthy, Demi Moore, Molly Ringwald, Ally Sheedy e outros.

Um dos papéis mais legais de Robert naquela época foi no filme “Abaixo de Zero”, de 1987. Robert dividia cena com outros dois ótimos atores de sua geração, Andrew McCarthy e James Spader, e o filme conta a história de três grandes amigos de escola que se reencontram anos mais tarde. O personagem de Robert tinha um sério problema com dependência de drogas, problema esse que o ator também vivia em sua vida normal.

A capa da revista americana Vanity Fair deve fazer muito sucesso nas bancas nas próximas semanas. Tudo porque o ex-sex symbol preferido de muitas adolescentes apaixonadas dos anos 80 Rob Lowe prova, sem camisa, que ainda tem muito “fogo e paixão” pra dar e vender!!!! Aos 47 anos, Rob está atualmente participando da comédia “Parks and Recreation”, e fala para a revista sobre seu livro autobiográfico “Stories I Only Tell My Friends: An Autobiography”, que será lançado em breve.

Nele, Rob conta várias histórias sobre sua carreira e também muita coisa sobre seu relacionamento com os outros atores com quem ele dividia o posto de sex symbol nos anos 80, tais como Tom Cruise, Matt Dillon, Sean Penn e Charlie Sheen – sobre este último, Rob diz inclusive que ambos faziam verdadeiras “competições” pra ver quem conseguia curtir uma balada e beber horrores numa noite e depois no dia seguinte ficar sem ressaca! Pra quem quiser, a Vanity Fair é facilmente encontrada aqui no Brasil em bancas que vendem revistas importadas.

A não ser que você tenha passado as últimas semanas em Marte, com certeza deve estar sabendo das confusóes que o ex-galã dos anos 80 e atual comediante Charlie Sheen se meteu nos últimos dias, que culminaram com ele sendo demitido por justa causa da popular série de TV “Two And A Half Man”. Pra resumir tudo: Charlie, que nunca escondeu ser super mulherengo e festeiro, bebeu demais, foi parar no hospital, brigou com meio mundo, xingou os criadores da série e foi demitido. E virou um sucesso maior ainda na Internet por causa disso tudo.

Tanto é que a banda new wave DEVO fez um convite oficial para que ele se tornasse o seu novo vocalista. Durante uma entrevista à imprensa americana, um dos membros da banda disse que, já que o vocalista oficial do DEVO Mark Mothersbaugh não gosta de viajar e que por isso eles raramente saem em turnê, que Charlie seria o substituto ideal para eles. “Ele poderia fazer e cantar o que quiser”, declarou Gerald Casale. “Ele é um gênio, um verdadeiro filosofo da nossa cultura ‘devo’lucionista!”, completou.

E a surpresa maior aconteceu essa semana, quando o nome de outro grande astro dos anos 80, Rob Lowe, foi cogitado para substituir Charlie em “Two And A Half Man”. Ao que tudo indica, é o próprio produtor da série que teria sugerido Lowe para o papel, e que as negociações já estariam até bem encaminhadas.

Taí um filme de contos de fadas do final dos anos 80 que hoje em dia já está bastante esquecido, mas que naquela época fez um belo sucesso. Estrelado pelo bonitão Rob Lowe e por Jennifer Grey (ela mesma, de “Dirty Dancing), o filme “Vivendo Um Conto de Fadas” foi lançado em 1990 numa produção franco-americana.

Mistura de comédia e romance, o filme contava a história de Kelly (Jennifer Grey) que trabalhava como assistente em desfiles de moda e sonhava em chamar a atenção de um grande estilista (Rob Lowe). Um dia ela encontra uma fada madrinha e, num passe de mágica, seu sonho começa virar realidade, através de um dos sapatos criados pelo tal estilista.

O filme virou um daqueles “clássicos da Sessão da Tarde” e caiu nas graças das meninas românticas da época. Apesar de todo o sucesso, ele não resistiu ao tempo e acabou caindo no esquecimento. Ele está disponível tanto em VHS como em DVD.