Arquivo da tag: Rio de Janeiro

Durante o final de semana prolongado do feriado que celebrava o aniversário de São Paulo, em janeiro, fizemos uma ação massiva para arrecadar doações para os desabrigados da região serrana do Rio de Janeiro. Quem leva-se doação, pagava menos ou mesmo entrava de graça em alguns dias.

Foi um sucesso imenso e gostaríamos de compartilhar nossa alegria e agradecimentos a todos! Veja o que foi arrecadado:

3 cestas básicas
92 pacotes de macarrão
25 litros de óleo
81 pacotes de arroz
73 pacotes de feijão
21 caixas de molho de tomate
33 pacotes de farinha
28 pacotes de fubá
29 garrafas de água
45 pacotes de biscoitos
32 latas de atum
20 pacotes de leite em pó
17 pacotes de achocolatado
15 pacotes de farofa pronta
12 pacotes de amido de milho
21 pacotes de suco em pó
101 sabonetes
34 xampus
54 cremes dentais
39 detergentes
12l de água sanitária

Todas as doações foram entregues na Cruz Vermelha de São Paulo no dia 30/1.

Lembramos que todos os meses ajudamos dezenas de entidades que precisam de apoio para continuar com seus trabalhos de assistência social sem vínculo algum com o Governo. Às sextas, todos podem ajudar levando 2kg de alimentos não perecíveis (exceto sal ou açucar) e pagar apenas R$ 15 até 1h.


Saiba mais sobre a Trash Benê

Bon Jovi está chegando e além do show que acontecerá em São Paulo, no Estádio do Morumbi, dia 6 de outubro, a banda passa também pelo Rio de Janeiro, no dia 8. Os cariocas devem conferir a apresentação na Praça da Apoteose.

A venda de ingressos no Rio começa em 30/8 e os valores vão de R$ 250 a R$ 600. Em São Paulo eles já estão à disponíveis a R$ 160 (arquibancada laranja), R$ 180 (arquibancada azul), R$ 250 (pista) e R$ 300 (cadeiras superiores laranja e vermelha).

As entradas estão à venda pelo site http://www.ticketsforfun.com.br, pelo telefone 4003-0696 (válido para todo o país), além dos pontos de venda credenciados.

“The Circle Tour” tem repertório baseado no álbum “The Circle”, lançado em 2009, mas não descarta os hits como “You Give Love a Bad Name”, “Born to Be My Baby” e “Bad Medicine”.

Fonte: UOL Música

Em 1978, o Príncipe Charles nem era tão conhecido assim aqui por estas bandas e ainda não era casado com a Lady Di. Mas mesmo assim durante sua visita ao Rio de Janeiro ele protagonizou uma das cenas mais famosas da história do Carnaval carioca.

charles

Tudo aconteceu quando ele foi conhecer de perto uma escola de samba. Super entusiasmado, Charles ficou encantado com a mulata Piná. Quebrando todas as regras de protocolo real, ele simplesmente se jogou no samba e tentou acompanhá-la, dançando super atrapalhado. Mas o que vale mesmo é a intenção, né?

As fotos deste encontro rodaram o mundo e Piná ficou incrivelmente famosa, e não era por menos: além de ótima passista, Piná tinha um visual super moderno para a época – careca, alta e magra, sempre sorrindo muito. Virou ícone da noite para o dia! Chegou até mesmo a ser capa da revista Veja, sendo chamada de A Cinderela Negra.

pina

sapucai

A Passarela do Samba do Rio de Janeiro, onde Madonna deve assistir aos desfiles no domingo, fica na avenida Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro e foi inaugurada no ano de 1984.
Mais conhecido como “Sambódromo”, seu projeto é de autoria do famoso arquiteto Oscar Niemeyer e foi implantado com o objetivo de oferecer à Cidade Maravilhosa um espaço permanente para a exibição dos já tradicionais desfiles de escolas de samba.

apoteose

Sua inauguração marcou o aumento do número de escolas de samba e, com isso, o início do sistema de desfiles em duas noites. Após sua construção, outras similares surgiram pelo país, entre elas o “Bumbódromo” de Manaus, no Amazonas, e o “Sambódromo do Anhembi”, em São Paulo.

Antes de terem um local fixo e devidamente adaptado para receber o público, os desfiles eram feitos em grandes avenidas do Rio, com montagem e desmontagem de equipamentos e arquibancadas.

Poucas coisas conseguem ser tão absurdas e engraçadas quanto esse estranho documentário dos anos 80 que traz ninguém menos que o fortão Arnold Schwarzenegger mostrando sua visita ao Rio de Janeiro e tentando explicar para os americanos o que era o Carnaval no Rio.

arnold schwarzenegger

Entre mulatas, travestis, praias e muito Sol, Arnold parece estar se divertindo um bocado – até um pouco demais, pra falar a verdade. Algumas cenas deste documentário causaram inclusive uma enorme polêmica no mundo todo quando ele foi eleito o governador do estado da Califórnia, especialmente aquela onde ele aparece apalpando descaradamente o traseiro das mulatas. Simplesmente hilário!!!!!!