Arquivo da tag: novelas mexicanas

Não há como negar: todo mundo que já parou pra assistir um episódio de alguma novela mexicana do SBT, com certeza ficou com vontade de acompanhar tudo até o final. Cheias de dramas e tragédias ultra melosas, atuações exageradas e cenários bregas e cafonas, elas marcaram época e são sucesso até hoje.

A primeira novela mexicana que realmente virou um enorme sucesso de público foi a lendária “Chispita”, que todo mundo assistia. Teve também “Ambição”, que hoje em dia é mais lembrada como aquela em que a vilã combinava o tampão que usava no olho com a cor de seu vestido. E pra fechar nossa seleção, “Os Ricos Também Choram”, um verdadeiro clássico.



A novela “A Usurpadora” foi provavelmente a última da “Era de Ouro” dos dramalhões mexicanos e suas vilãs malvadas. Estreando no ano de 1998 mas exibida no Brasil pelo SBT um ano mais tarde, a novela trouxe ao mundo a inesquecível Paola Bracho, vivida pela atriz Gabriela Spanic. Na realidade, Gabriela interpretava um papel duplo – Paola e sua irmã gêmea (mas com personalidade completamente distinta) Paulina.

Se por um lado Paulina era toda tímida, religiosa, virgem, que sonhava em se casar na igreja e dar uma vida melhor para a mãe, Paola era a própria imagem do cão! Ambiciosa, fria e calculista, Paola Bracho rapidamente entrou no time das maiores vilãs das novelas em todos os tempos, com façanhas dignas de deixar suas outras concorrentes de cabelos em pé!

Um coisa que pouca gente sabe é que a atriz Gabriela Spanic tem uma irmã gêmea na vida real (que trabalha como modelo), e ela foi chamada várias vezes para ajudar como “dublê” na novela, principalmente nas cenas em que as duas irmãs brigavam com muitos tapas, puxões de cabelo e pontapés. No Brasil, “A Usurpadora” atingiu grandes níveis de audiência, sendo transmitida no horário nobre, e dando muita dor de cabeça para os outros canais.

Era uma vez a cantora Thalia, que interpretava na novela “Maria do Bairro” exatamente o mesmo papel que sempre fez em todas as suas outras novelas: a jovem pobre (mas feliz) que casa com um homem rico (que a faz sofrer pencas) e depois ela dá a volta por cima e fica feliz de novo. Mas em “Maria do Bairro” ninguém sequer prestou atenção nela: a verdadeira estrela do dramalhão mexicano era a lendária Soraya Montenegro, simplesmente a maior e mais malvada vilã da história das telenovelas daquele país.

Soraya (interpretada pela bela atriz Itati Cantoral) protagonizou momentos que ficarão pra sempre marcados na memória de quem assistiu a novela. Orgulhosa, falsa, violenta e completamente desequilibrada, Soraya fazia coisas tão chocantes que chegavam a ser engraçadas. Ela não poupava nem mesmo a enteada adolescente, que vivia presa numa cadeira de rodas e a qual ela carinhosamente chamava de “aleijada inútil”. Sobrou também para sua mãe verdadeira, que ela não conheceu quando pequena e que trabalhava com sua empregada para tentar se aproximar dela – quando Soraya descobriu a verdade (e sua origem pobre), ela quase mata a mãe com uma bela surra.

Depois de tantos xiliques, lutas corporais (ela arrasava nos tapas-na-cara de quem ousasse cruzar seu caminho) e muito drama, Soraya morreu queimada num incêndio no último capítulo da novela. Mas o seu legado ficará pra sempre!!

Essa não tem como esquecer. Quem já assistia novela na virada dos anos 80 para os 90 com certeza ficou marcado pela imagem da vilã Catalina Creel, que causava muito na novela mexicana “Ambição” – exibida no SBT às 21h de 2 de Dezembro de 1991 a 23 de Março de 1992. Mas o que mais chamava a atenção não eram as malvadezas de Catalina, mas sim o seu estilo: Catalina usava sempre um tapa-olho, e…. combinava a cor do tapa-olho com a cor do vestido que estava usando na ocasião!!!!!

Nos últimos capítulos da novela, sabemos que tudo não passava de mais um truque de Catalina e que ela não tinha problema nenhum no tal olho, mas isso não importava muito. A imagem dela virou um clássico dos dramalhões mexicanos, e foi recriada e parodiada dezenas de vezes no país, até mesmo pela apresentadora Angélica!

Catalina Creel de Larios foi interpretada pela atriz María Rubio, e a novela (que no original se chama “Cuna de Lobos” e que foi exibida pela primeira vez em 1986) é considerada até hoje uma das mais importantes da história da televisão mexicana. Pra quem quiser, é possível encontrar a novela completa em DVD em sites americanos especializados.