Arquivo da tag: nina hagen

nina hagen

Ela foi a mãe do movimento punk e reinou absoluta no Rock in Rio 1985, então porque não prestar uma homenagem super legal à ela e ir fantasiada(o) de Nina Hagen para o Carnaval da Trash? Além de extremamente criativo, você com certeza não vai correr o risco de dar de cara com muitas outras pessoas vestindo o mesmo modelão!

Pra começar, é só comprar uma daquelas perucas brilhantes ou bem coloridas que vendem em qualquer loja de fantasias por aí. A maquiagem deve ser bem abusada, com destaque para as sobrancelhas arqueadíssimas, com inspiração japonesa. Quanto às roupas, uma bela calça legging com estampa de bicho (onça, zebra, etc) e uma camiseta bem longa de cores gritantes por cima. E arrase nos acessórios – e principalmente nas caretas!!!

Kraftwerk
Nesta sexta-feira rola a nossa Festa anual OktoberTrash, e sempre que isso acontece a gente relembra alguns hits do pop alemão dos anos 80 aqui no blog. E se engana quem pensa que só os ingleses e americanos entendiam de New Wave e synthpop naquela época, viu?

Podemos começar citando os pais da música eletrônica mundial, a lendária banda Kraftwerk – que sacudiu as pistas do mundo inteiro em 1981 com a música “Pocket Calculator”. Depois vamos com a malucona Nina Hagen (que nós amamos) com a ótima “Ballroom Blitz”. E fechamos a seleção com os meninos do DAF, com o hit “Kebabträume”.


O desbunde de cores da new wave era realmente o máximo! E os videoclipes da época não nos deixam mentir. Que tal usar alguns destes como inspiração para criar um look bem colorido e se divertir muito (além de ganhar desconto na entrada!) na Trash 80s, hein? Com certeza, muitos destes looks você pode inventar com coisas que já tem no seu armário.

Podemos começar então com as meninas do grupo Go-Go’s, que foram a banda feminina mais bem sucedida da época e se tornaram verdadeiras lendas da new wave. Depois podemos ir para o mega-clássico “Sweet Dreams”, do Eurythmics, que tinha a diva Annie Lennox exibindo um sensacional cabelo avermelhado. E pra fechar, a sempre absurda Nina Hagen com o clássico “Zarah”.


Ontem (11/março) foi aniversário da genial e transloucada alemã Nina Hagen, e como boa pisciana, ela deve ter feito uma bela festa! No alto de seus 58 anos, Nina já canta há pelo menos quatro décadas, o que a torna uma verdadeira diva do rock! Parabéns, Frau Hagen!

O auge de sua carreira, sem dúvida nenhuma, foi nos anos 80 – quando ela inclusive colocou milhares de pessoas a seus pés na primeira edição do Rock in Rio, em 1985. É deste período o mega-hit “New York New York”. Já nos anos 90, ela embarcou na música eletrônica e lançou “Get Your Body!”, com a participação do DJ e produtor Adamski. Agora nos anos 2000, convertida ao cristianismo, Nina continua doidinha, e regravou “Personal Jesus”, clássico do Depeche Mode.



Lita Ford saiu da banda de garotas The Runways pra arrasar em carreira solo. Bastante ligada a cena do hard rock, Lita conseguiu diversos sucessos nos anos 80 e 90, sendo que “Close My Eyes Forever” foi o maior deles. Lançado em 1988, fazia parte do disco “Lita”, que também deu vida a outros três grandes hits.

A malucona Nina Hagen saiu da Alemanha Oriental para ganhar o mundo da música pop com seu visual extravagante e sua voz impressionante – não sem antes ser considerada a “mãe do punk rock” e se tornar uma lenda durante o primeiro Rock In Rio. Nos anos 80, seu trabalho se voltou basicamente para a new wave, um de seus períodos mais criativos.

E pra fechar a seleção, temos a grande Chrissie Hynde, que é sem dúvida nenhuma uma das artistas mais importantes do mundo da música pop. Sob o comando da banda The Pretenders, Chrissie emplacou diversos hits radiofônicos que são lembrados até hoje, tais como “Don’t Get Me Wrong”.