Arquivo da tag: moranguinho

Hits dos anos 80 arranjados em ritmos carnavalescos. É com esse set list que o Chega Mais fará, no dia 24/1, a festa Whisky e Agogô, na Trash 80s, uma das festas anos 80 mais conceituadas de São Paulo. E contará com participação especial de Kid Vinil cantando e discotecando e com as fantasias mais chocantes dos integrantes do Bloco.

Reconhecidamente o principal Bloco de repertório anos 80 de São Paulo, é igualmente famoso pelas fantasias dos seus ritmistas. São personagens de desenhos, filmes e bandas que fizeram parte da infância do público e agora estão de volta (pro Bloco, sem nunca terem realmente ido).

Tem Moranguinho, Thunder Cats, Fofão, Caverna do Dragão, Flinstones, Scooby Doo… Pac Man, Mario Bros e o cogumelo… Chacrinha e chacrete… Tem Rock, Beetlejuice, Ghostbusters, Elliot e o E.T…. Tem Axl Rose e Slash, Freddie Mercury, David Bowie, Menudos e, claro, Rita Lee.

AGENDA

Whisky e Agogô na Trash 80s com participação de Kid Vinil
Dia: 24 de janeiro de 2017
Hora: a partir das 23h
Local: Clube Caravaggio, Rua Álvaro de Carvalho, 40, Centro, São Paulo – SP
Valores: R$ 25 com nome na lista antecipadamente ou R$35 na porta
Telefone para infos e reservas: (11) 3262-4881


MAIS DO CHEGA MAIS
Juntar amigos, música dos anos 80 e Carnaval. Esse é o propósito.

O Bloco Chega Mais nasceu de cinco amigos, que se conheceram estudando percussão e começaram a tocar suas músicas preferidas, a maioria dos anos 80, nos ritmos ijexá, quadrilha, xote e samba. Empolgados com o resultado dos primeiros ensaios, começaram a recrutar mais gente para a bateria. Com base no repertório, veio a inspiração do nome e linguagem visual do bloco.

O Chega Mais debutou no pré-carnaval de 2014, desfilando na Praça do Pôr do Sol para um público de mil pessoas. A repercussão positiva gerou um segundo desfile, no pós-carnaval, chamado Vale a Pena Ver de Novo. Ainda 2014, aconteceu também o primeiro ensaio aberto do Bloco Chega Mais, o Whisky e Agogô. Em 2015, o bloco desfilou para um público três vezes maior, na Vila Madalena. Já em 2016, somados os públicos dos desfiles pré e pós Carnaval, foram quase 7 mil foliões.

Para que os seguidores do Bloco – os “cheguetes” – possam acompanhar a agenda completa dos shows e ficar sabendo das novidades, o Bloco mantém páginas no Instagram – @blocochegamais – e no Facebook – www.facebook.com/chegamaissp.
Fotos do Bloco nos álbuns do Facebook, que podem ser acessados nesse link: http://bit.ly/2gm7sG7
Contato do Bloco Chega Mais: blocochegamais@gmail.com

TRASH 80’S
Desde maio de 2002, a Trash 80′s é aclamada por público e imprensa como uma das melhores opções da cidade. Com ambiente e estrutura despojados, a festa fez muito de sua fama no boca-a-boca e na mídia espontânea via internet. Essa atmosfera de “festa de amigos”, misturada com as músicas mais divertidas dos anos 1980, criou um conceito único de diversão na noite paulistana. O crescimento do público já motivou por duas vezes a mudança de endereço da Trash. Atualmente a Trash 80′s se realiza no Clube Caravaggio (Rua Álvaro de Carvalho, 40, Centro). A festa participa também de eventos externos, como o Splash, no parque aquático Wet’n’Wild, o Mercado Mundo Mix e a Parada GLBT de São Paulo.

Realizada semanalmente aos sábados, a Trash 80′s traz em cada noite um tema diferente: tributos a ícones da TV (SBTrash, Globo de Ouro, Chacrinha, Xuper Xou du Tréxi), shows ao vivo (Brazilian Genghis Khan, Gretchen, Sidney Magal, Wando), entre outros. Já foram organizadas festas em parceria com o Sesc Rio Preto (Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto), Senac (Halloween Thriller), Festival Mix Brasil (noite Trash-o-rama) e Associação da Parada do Orgulho GLBT (festa oficial de abertura da Parada de São Paulo 2005, no Tom Brasil). Entre os DJs convidados, a Trash 80’s já contou com personalidades como Leo Jaime, Zé Pedro e Kid Vinil, mas especialmente os próprios freqüentadores da festa.

Muitas vezes também ocorrem performances estreladas pelo próprio público, que interage diariamente com os organizadores da Trash 80′s por meio de listas de discussão na internet, Twitter, Facebook e Orkut – que abriga os milhares de membros da comunidade oficial da Trash. A festa brinca com o imaginário dos “trashers”, que dançam músicas infantis, new wave nacional, trilhas de filmes, brega e tudo mais que traga o bem-estar do sorriso descompromissado e desprovido de qualquer preconceito.

A Trash 80′s surgiu a partir de divagações entre o jornalista Eneas Neto e o DJ Tonyy sobre uma possível festa que ambientasse o clima kitsch da década de 1980, abolindo o glamour do pop/rock alternativo da época. A festa já foi destaque em diversos veículos da mídia, como os programas Altas Horas (Rede Globo), Vitrine e Metrópolis (TV Cultura), Domingo Legal (SBT) e Revista Comportamento (Multishow). Também foi tema de matérias especiais nas revistas Veja, Playboy, VIP, Época, IstoÉ e Veja São Paulo e nos principais jornais paulistanos, como Folha de S. Paulo, Estado de S. Paulo, Diário de S. Paulo e Jornal da Tarde, entre outros. Mais em http://www.trash80s.com.br/

Poucos personagens fizeram tanto sucesso nos anos 80 entre as meninas quanto a Coleção Moranguinho. Durante toda aquela década, dezenas de bonecas, brinquedos e acessórios foram lançados pela Estrela, fazendo desta uma das maiores coleções que se tem notícia até hoje: os sites de leilões como o Mercado Livre possuem centenas de produtos das cheirosas bonequinhas à venda por preços que às vezes chegam a parecer absurdos.

Um dos brinquedos mais populares era a Confeitaria da Moranguinho. E não era para menos: em formato de morango que abria e fechava, era uma espécie de cozinha cheia de acessórios pra sua boneca preferida preparar doces gostosos. Nada mais apropriado do que fazer sua Moranguinho criar seus próprios cupcakes, né? Mesmo que fosse tudo apenas uma grande brincadeira….

Ok, se tem uma boneca que é símbolo máximo dos anos 80, ela é a Moranguinho. Ou melhor, toda a Família Moranguinho, pois afinal de contas o sucesso da boneca foi tão grande que ela deu origem à uma série enorme de produtos do mesmo estilo.

moranguinho

A Moranguinho original, de cabelo vermelho e roupinha cor de rosa nasceu no final dos anos 70. Suas irmãs e amigos todos tinham nomes como Framboezinha, Laranjinha, Limãozinho e Bananinha. Eles todos moravam na Morangolândia, uma terra mágica. O sucesso da Moranguinho ultrapassou os limites do mundo dos brinquedos e ela virou desenho animado, livros, e até mesmo joguinhos de Atari.

moranguinho

moranguinho

A Moranguinho foi relançada há pouco tempo mas não tem a mesma graça da boneca antiga.

O UOL Crianças fez uma matéria sobre personagens que passaram por gerações diferentes e sofreram mudanças no visual, para se adaptarem as novas gerações, como a Moranguinho, que chega em 2009 com cabelos lisos e sem algumas características marcantes, como as bochechas (foto). A matéria traz as modificações sofridas pela Barbie, Susi, Hello Kitty e a nova sensação Sininho, que foi rebatizada de Tinker Bell.

Clique aqui para ler a matéria.