Arquivo da tag: Luar do Sertão

Com mais de 60 anos de carreira, as Irmãs Galvão (que hoje em dia se chamam apenas As Galvão), são uma das duplas sertanejas mais importantes do Brasil. Elas são as irmãs Meire e Marilene, cujos pais venderam tudo e mudaram-se para São Paulo acreditando no talento e carisma das filhas. O maior sucesso comercial delas foi a música “No calor dos teus abraços”, de 1986, que vendeu 800 mil cópias – mas outro grande clássico regravado por elas se tornou um enorme hit: a música “Beijinho Doce”.

Revivida recentemente na novela “A Favorita” da Rede Globo, “Beijinho Doce” foi gravada pela primeira vez em 1945 pelas Irmãs Castro, e passou por várias outras vozes até chegar nas Galvão. Verdadeiro clássico da moda de viola, a música é uma daquelas que parece estar gravada na cabeça de todos os brasileiros. As Irmãs Galvão estão na ativa até hoje e já contam com 66 discos em seu currículo.

“Luar do Sertão” é um dos maiores clássicos do cancioneiro popular brasileiro. A “toada” que fala sobre a vida simples no sertão e em especial à beleza do seu luar, tem autoria duvidosa: alguns dizem que ela foi criada por Catulo da Paixão Cearense, outros dão crédito a João Pernambuco. Seja como for, ela é uma das músicas brasileiras mais regravadas de todos os tempos. Até mesmo a grande diva alemã do cinema Marlene Dietrich a interpretou em sua visita ao Brasil em 1959!

Entre os nomes conhecidos que já a regravaram ou cantaram ao vivo em seus shows estão nomes como Tonico e Tinoco, Chitãozinho e Xororó, Simone, Maria Bethania, e muitos outros. “Luar do Sertão” é também o nome da festa que a Trash realiza neste sábado com direito à estreia da primeira dupla sertaneja trasher da nossa história cantando clássicos como este. Não dá pra perder!!!

“As Marcianas” era uma dupla sertaneja das mais curiosas do Brasil. Surgidas nos anos 80, elas abusavam nos looks super sexy e provocantes, enquanto cantavam canções bastante apimentadas – mas nada de mau gosto. Elas também tinha umas coregrafias meio divertidas e faziam sucesso nos programas de auditório daquela década. A primeira formação era composta por Celina Sant’Angelo e Ivone Sant’Angelo , ambas filhas do cantor João Mineiro.

Em 1989 elas se separaram e depois voltaram com nova formação, contando com Celina e Geizi Bel – por sinal, Celina foi a única que permaneceu até hoje na dupla. As Marcianas venderam milhares de discos e lançaram diversos hits, sendo o maior deles “Vou Te Amarrar na Minha Cama”, de 1992. Outro sucesso foi a regravação de “Porque Brigamos”, famosa na voz da cantora Diana nos tempos da Jovem Guarda.

Vamos aquecendo o gogó pra Trash 80′s deste sábado pra cantar esse mega-clássico junto com a nossa primeira dupla sertaneja trasher? “Ainda Ontem Chorei de Saudade” é uma daquelas músicas que todo mundo sabe cantar nem que seja um pedacinho, e já foi regravada por muitos artistas – mas a primeira versão que ficou realmente famosa foi feita pela dupla João Mineiro e Marciano.

Formada em 1970, eles são dois dos maiores nomes do estilo, e ficaram bastante famosos por suas músicas que cantavam a dor e o sofrimento do homem apaixonado, muitas vezes traído, em canções que marcaram época. Em 1993, a dupla pôs fim a uma carreira com mais de 20 anos de estrada, mas o legado e influência deles esta aí até hoje.

Neste sábado (29/9) a festa “Luar do Sertão” vai servir de fundo para o surgimento da primeira dupla sertaneja da Trash 80′s! Em uma das mais tradicionais festas temáticas destes dez anos de Trash, nossa dupla vai subir no palquinho e cantar pérolas da moda de viola e sucessos das duplas caipiras dos anos 80 e início dos 90. Tudo isso, é claro, em meio aos hits clássicos que arrasam na nossa pista como sempre. Saiba tudo sobre a festa.

E é claro que repertório pra isso não falta: tem desde os hits do Chitãozinho e Xororó como “Fio de Cabelo” (1982), “Falando às Paredes” (1987) e “No Rancho Fundo” (1989), Milionário e José Rico, Crystian e Ralf, João Mineiro e Marciano, e por aí vai. Todos eles saíram direto das fazendas e foram parar nos programas de auditório mais populares do Brasil como Chacrinha e Silvio Santos.