Arquivo da tag: live aid

O músico e ativista Bob Geldolf vai reformar sua antiga banda dos anos 80, o The Boomtown Rats, especialmente para a edição deste ano do festival de rock da Ilha de Wight. O cultuado festival acontece entre os dias 13 e 16 de junho, e esta será a primeira apresentação da banda em vinte e cinco anos!

Ainda não sabemos se tal reunião vai gerar um disco novo ou músicas inéditas. O The Boomtown Rats teve uma carreira que durou de 1977 até 1985, e que conseguiu emplacarar diversos hits, especialmente o mega-clássico “I Don’t Like Mondays”, mas acabou ficando mais famosa mesmo depois que Bob criou e produziu um dos maiores festivais de música da história, o Live Aid em 1985, que visou arrecadar fundos para combater a fome na Etiópia.

Os garotos e garotas do seriado Glee entram de cara nos anos 80 mais uma vez e agora apostam em regravações de dois clássicos do período. O primeiro deles, bem, é “I Will Survive” da Gloria Gaynor, que a gente sabe que é dos anos 70 mas fez muito sucesso também nos anos 80. Na versão do Glee, a música ganha um mash-up com outro grande sucesso mais atual, a música “Survivor”, do Destiny’s Child (ex-grupo da cantora Beyoncé).

Já a segunda faixa é o clássico natalino “Do They Know It’s Christmas Time?”, que reuniu dezenas de artistas britânicos no projeto Band-Aid em 1984 na luta contra a fome na África e que deu origem ao mega-concerto Live Aid no ano seguinte, um dos maiores realizados até hoje. A música faz parte do álbum de Natal que o seriado lança em breve.


O Live Aid foi um dos maiores concertos de música de todos os tempos, e aconteceu exatamente no dia 13 de julho de 1985. Organizado pelos músicos Bob Geldof e Midge Ure, ele foi também um dos primeiros eventos deste porte a arrecadar fundos para combater a fome na África, especialmente na Etiópia. Os shows foram realizados ao mesmo tempo em Londres (para mais de 82 mil pessoas reunidas no Wembley Stadium) e nos EUA (para 99 mil pessoas no John F. Kennedy Stadium na Filadélfia). Alguns pequenos shows aconteceram também em Sydney, Moscou e Japão. Exibido via satélite para o mundo inteiro, foi visto por 1,5 bilhão de pessoas.

O elenco de artistas que fizeram parte do Live Aid era incrível: Madonna, Queen, David Bowie, Mick Jagger, Adam Ant, Ultravox, Spandau Ballet, Elvis Costello, Sade, Sting, Phil Collins, Bryan Ferry, U2, Dire Straits, The Who, Elton John, Wham!, Paul McCartney, Simple Minds, The Pretenders, Kenny Loggins, The Cars, Eric Clapton, Duran Duran, USA for Africa (liderada por Lionel Richie), INXS, Men at Work e dezenas de outros. O valor arrecadado pelas doações girou em torno dos 50 milhões de libras – embora existam fontes que dizem que o valor total arrecadado contando os lucros dos shows tenha sido de 150 milhões!


Talvez assim de nome você nem se lembre muito dele, mas Bob Geldof foi um dos nomes mais celebrados dos anos 80, especialmente por ter sido o homem por trás do Band-Aid, a ação que reuniu diversos músicos lutando contra a foma na África e que rendeu um dos maiores concertos ao ar livre de todos os tempos. Bob completa hoje 56 anos… parabéns pra ele!!

Bob começou sua carreira no final dos anos 70 com a banda Boomtown Rats, que obteve relativo sucesso na Inglaterra. Em 1984, já em carreira solo, Bob decidiu fazer algo para lutar pelo fim da fome na Etiópia e criou o Band-Aid junto com o músico Midge Ure (da banda Ultravox). Eles lançaram a música “Do They Know It’s Christmas?”, que contava com vocais de gente como Bono e The Edge (ambos dos U2), Boy George, Paul McCartney, Duran Duran, entre outros, que se tornou o compacto mais vendido da história do Reino Unido.

Depois disso eles lançaram o concerto Live Aid, realizado em 13 de julho de 1985 simultaneamente nos EUA e na Inglaterra, para centenas de milhares de pessoas. Madonna, Elton John, David Bowie, Queen, Led Zeppelin, Duran Duran e Paul McCartney foram apenas alguns dos músicos que se apresentaram nesse evento histórico.

Uma enorme pesquisa realizada em dezenas de países em toda a Europa e que reuniu mais de onze mil pessoas elegeu os anos 80 como a década mais famosa da música pop em todo o mundo.

Kate Pierson, do The B-52s

Kate Pierson, do The B-52s

Os resultados indicaram que uma a cada três pessoas tem pelo menos uma música daquela década como sua preferida, batendo os anos 90 (segundo lugar) e os anos 70 (terceira colocação).

Nina Hagen

Nina Hagen

A década também viu surgir os maiores eventos da indústria da música em todos os tempos, como o mega festival Live Aid. O bem sucedido retorno de diversos grupos da época como o B-52′s e o Spandau Ballet também mostram que o pop oitentista mantém sua boa forma no inconsciente coletivo. A influência que o pop sintético e a moda oitentista têm em artistas novoso como Lady Gaga também reforça essa ideia.