Arquivo da tag: Laura Branigan

E lá vamos nós com mais três divas dos anos 80s que sabem como ninguém se divertir (e também como botar todo mundo pra dançar). A primeira delas é a Toni Basil, que conseguiu emplacar um único sucesso em toda a sua carreira – mas que, por coincidência, se tornou um verdadeiro hino daquela época. Estamos falando da faixa “Hey Mickey”, que já foi regravada até mesmo pela Xuxa!

E depois vamos com a saudosa Laura Braniga, que arrasou com hits como “Gloria” e “Self Control”. E pra fechar a nossa seleção, vamos com a Paula Abdul, que hoje em dia é mais conhecida como apresentadora e jurada de reality shows da TV americana, mas que já fez todo mundo dançar com sucessos como “Straight Up”.


Nesta sexta-feira (11/05) a Trash 80′s continua a comemoração de seus dez anos e faz a festa “Uma Noite em 2002“, relembrando como tudo começou, lá no Hotel Cambridge – que agora está renovado e se chama “No Novo Bar d’Hotel Cambridge”. Pra celebrar, um coquetel especial até 0h e a presença do DJ convidado Zeezo, um dos primeiros que tocaram conosco. É pra matara a saudades mesmo!

E o ano de 2002 lembra o ano de 1982, um dos mais criativos em termos de música pop em todos os tempos e grande fonte de inspiração para a Trash 80′s. Vários clássicos de ouro daquela década foram lançados neste ano, incluindo Laura Branigan – “Gloria”, Steve Miller Band – “Abracadabra”, A Flock of Seagulls – “I Ran (So Far Away)”, e The Human League – “Don’t You Want Me”. Vamos relembrar alguns deles?


Uma das vozes mais marcantes da década de 80, a saudosa cantora e compositora Laura Branigan lançou diversos clássicos das pistas como o mega-hit “Gloria”, de 1982, e “Self Control”. Mas ela não parou por aí, e também alcançou o topo das paradas com outros hits menos conhecidos por aqui, como “Solitaire” e “How Am I Supposed to Live Without You”. Suas músicas foram incluídas nas trilhas sonoras de filmes como “Flashdance” (1983) e “Os Caça-Fantasmas” (1984), além da série de tv “Baywatch” (1994).

Com o final daquela década, a popularidade de Laura foi ficando menor, como aconteceu com diversos de seus contemporâneos. Ela continuou porém sendo muito tocada nas pistas gays mais animadas do planeta, e gravou vários hits no estilo Hi-NRG, como “Moonlight On Water”. Laura faleceu no dia 26 de agosto de 2004 vítima de um aneurisma cerebral não diagnosticado.

A música “O Amor E O Poder” – também conhecida por “Como Uma Deusa” – ficou tão famosa na voz da cantora Rosana que muita gente acha que foi ela mesmo quem a criou. Verdadeiro cartão postal da diva 80s, a música na verdade é uma regravação de um antigo sucesso americano.

A versão original se chama “The Power Of Love”, e foi lançada em 1985 pela cantora Jennifer Rush. A faixa já foi regravada por diversos artistas dos anos 80, como Air Supply, Laura Branigan e Céline Dion, cuja versão foi a que mais fez sucesso internacionalmente. Ela já foi também regravada em diversos idiomas.