Arquivo da tag: julia roberts

Fada Sininho

“Hook – A Volta do Capitão Gancho” foi um dos filmes de fantasia mais legais da primeira metade dos anos 90. Dirigido por Steven Spielberg em 1991, era baseado nas aventuras de Peter Pan e trazia renomados atores no elenco, tais como Dustin Hoffman e Robin Williams.

Mas um personagem que roubou várias cenas foi a Fada Sininho, interpretada pela atriz Julia Roberts. Mas por incrível que pareça, Julia foi indicada ao prêmio “Framboesa de Ouro” como “Pior Atriz” daquele ano por causa do papel!


Quem completa 61 anos hoje é o bonitão Richard Gere, um dos maiores sex-symbols do cinema americano. Richard começou sua carreira em 75, mas foi só no início dos anos 80 que sua carreira no cinema começou a engrenar. Por coincidência do destino, durante aquela época Richard atuou em três filmes substituindo ninguém menos que John Travolta, que recusou os convites – os filmes eram “Cinzas no Paraíso”, “Gigolô Americano” e “A Força do Destino”.

Mas depois destes, Richard passou alguns bons anos fazendo filmes de gosto meio duvidoso, e foi só em 1990, ao estrelar o clássico “Uma Linda Mulher” ao lado da Julia Roberts, que ele finalmente viu a cor do sucesso de novo. “Uma Linda Mulher” foi o filme que abriu as portas para os dois atores e os transformou nas maiores estrelas daquela década. Seu último trabalho é “Brooklyn’s Finest”, deste ano.

Lançado em 1990, o filme “Uma Linda Mulher” (Pretty Woman) foi o responsável por fazer seus dois protagonistas, Julia Roberts e Richard Gere, se tornarem os maiores símbolos sexuais da época. No filme, Richard é um milionário excêntrico que contrata uma prostituta (Julia) e acaba se apaixonando por ela. “Uma Linda Mulher” foi um enorme sucesso de público e crítica, virando um clássico imediato.

Pretty_woman

Um dos pontos altos do filme era sua trilha sonora, cuja música tema tomou de assalto as rádios e a MTV e trouxe de volta à fama o músico Roy Orbison, que a compôs ainda nos anos 60. A regravação de Orbison para o filme foi bastante idêntica à original e vendeu milhões de cópias em todo o mundo. Quem não se lembra dela, hein?