Arquivo da tag: joana fomm

Joana Fomm completa hoje seus 70 anos! Uma das maiores atrizes do país, Joana é famosa entre os trashers de carteirinha por sua inesquecível interpretação do personagem “Perpétua” na novela “Tieta”, mas sua carreira não se limitou à apenas isso e seus trabalhos tanto na TV quanto no teatro e cinema são inúmeros.

Na novela “Corpo a Corpo”, Joana interpretava Lúcia Gouvea, uma típica vilá das tramas do autor Gilberto Braga, cheia de ambição e personalidade forte. O personagem causou muita polêmica na época por seu comportamento um tanto quanto racista, envolvendo o namoro do filho de um grande empresário (com o qual ela queria que sua filha se casasse) com uma jovem negra.

Joana Fomm - Divulgação / Rede Globo

A atriz Joana Fomm, 70 anos, ficou imortalizada na memória televisiva brasileira como Carmem Maura (a protagonista de “Vamp”) e Perpétua (a vilã de “Tieta”). Mas por onde anda nossa grande artista?

A estrela está lutando bravamente contra um câncer de mama. Em entrevista para a revista Quem, Joana Fomm comentou que retirou os seios, submeteu-se a cinco cirurgias e, em vez de quimioterapia, está usando medicamento que tiram o vigor e a deixa sem ar. “Na hora que tiram o seio, a sensação é a de perder uma perna. Estavam tirando um pedaço de mim”, disse Joana.

Mas mesmo com tanta dor, a nossa estrela deu a volta por cima, não se entregou e nem desistiu da vida. Ela já está reservada para a próxima novela das oito de Gilberto Braga (que deve estrear no final de 2010 ou começo de 2011) na Rede Globo. Força Joana!

Bem, na realidade quem faz aniversário não é a Dona Perpétua mas sim a atriz Joana Fomm, que a interpretou na novela Tieta em 1989. E o niver dela mesmo é amanhã, sábado, então fica valendo um parabéns adiantado.

Nascida em Belo Horizonte em 1940, Joanna é, desde 1964, uma das rainhas da TV brasileira. Seu currículo de novelas é um dos mais extensos entre as atrizes brasileiras, incluindo sucessos insquecíveis como “Dancin’ Days” (1978), “Cambalacho” (1986), “Roda de Fogo” (1986), “Vamp” (1991) e “O Clone” (2001).

perpetua

Um dos seus personagens mais marcantes foi sem dúvida nenhuma a incrível Perpétua Esteves, a guardiã da moral e dos bons costumes da cidade de Santana do Agreste, e que guardava em uma caixa dentro de seu quarto um segredo muito, mas muito “peculiar”. E quem não se lembra da cena em que Tieta arranca a peruca de Perpetua no meio da igreja revelando que ela era careca para todo mundo??? Histórico!