Arquivo da tag: jessica lange

Todo mundo já deve saber que este próximo domingo é dia de Oscar. A maior premiação da indústria do cinema americano é assistida por milhões de pessoas no mundo inteiro, e completa este ano sua 84a edição. Há trinta anos, exatamente em 1982, o Oscar celebrava sua 55a edição com grandes clássicos dos anos 80 disputando as principais categorias.

O mais incrível é que, justamente naquele ano, quem ganhava o prêmio como Melhor Atriz era Meryl Streep – sim, ela mesma, que agora em 2012 também concorre ao mesmo prêmio mais uma vez. Isso sim é que é ser uma estrela de verdade, hein! Em 1982, ela venceu pelo seu incrível trabalho no filme “A Escolha de Sofia”.

Já na categoria de Melhor Filme, o nosso queridinho “E.T., O Extraterrestre” era um dos favoritos, mas acabou perdendo para o também ótimo “Gandhi”. O diretor de “Gandhi” depois disse em uma entrevista coletiva que o prêmio devia ter sido de “E.T”. Mas tudo bem, pois o filme de Spielberg acabou ganhando quatro estatuetas.

Outra que também saiu consagrada da premiação foi a atriz Jessica Lange, que ganhou o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante por seu trabalho no filme “Tootsie”, estrelado por Dustin Hoffman – que foi indicado como Melhor Ator, mas acabou perdendo pra Ben Kingsley, o “Gandhi” em si.

“Tootsie” foi lançada em 1982 e é até hoje considerada uma da smelhores comédias de todos os tempos. Dirigida por Sidney Pollack e com Dustin Hoffman em um de seus mais incríveis papeis, o filme contava a história de um ator que, desesperado atrás de um emprego, aceita fingir que é mulher para conseguir um papel numa novela – porém, o sucesso do personagem é tão grande que ele se vê obrigado a fingir que é mulher também na vida real!

É claro que tudo fica ainda mais difícil quando ele se vê apaixonado por uma de suas companheiras de cena – e que não sabe que ele é homem. “Tootsie” recebeu nove indicações para o Oscar e venceu na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante, dando o prêmio para a ótima Jessica Lange. A música tema do filme foi cantada por Stephen Bishop, e fez um enorme sucesso na época.