Arquivo da tag: fantástica trash de chocolate

Pra já ir entrando no clima da Trash deste sábado, cujo tema é “A Fantástica Trash de Chocolote”, nada mais adequado do que lembrarmos de uns dos chocolates mais famosos dos anos 80, o Kri. Com uma embalagem absolutamente icônica, o Kri era um chocolate crocante, e seu slogan era “Kri, o Chocolate do Barulho!”. Ele foi lançado pela Nestlé nos anos 70 e durou até a primeira metad edos 80.

O Kri era bem pequeno, sempre deixava um gosto de “quero mais”. Os comerciais dele faziam o maior sucesso pois eram sempre bem divertidos. Hoje em dia, o Kri mudou um pouco a sua forma e se chama Crunch. Vale lembrar que, além de ovos de presente pros trashers, neste sábado a Trupe Trash faz performance temática e conduz uma divertida “caça aos ovos” de Páscoa espalhados pelos ambientes.

Neste sábado, a Trash 80′s apresenta seu Especial de Páscoa – “A Fantástica Trash de Chocolate”. O lounge vai ganhar uma mesa cheia de ovos de chocolate pros trashers comerem à vontade e depois gastarem as calorias pulando até o sol raiar!

Alguns chocolates marcaram não só a década de 80, como também a vida de todos aqueles que eram criança na época. Afinal de contas, quem consegue se esquecer dos chocolates Surpresa, que vinham com figuras de animais selvagens colecionáveis e que depois você podia até mesmo colar num álbum? O álbum era gratuíto, bastando apenas enviar três embalagens vazias do chocolate para a Nestlé pelo correio.

E o chocolate Lollo, hein? Fofinho como ele só, o Lollo tinha uma embalagem azul com uma vaquinha amarela que virou ícone de toda uma geração. Depois, por problemas com direitos da marca, ele acabou mudando seu nome para Milkybar. Apesar do chocolate continuar o mesmo, muita gente é convicta em dizer que ele era mais gostoso quando se chamava Lollo.

E quem preferia chocolate branco, o Galak era perfeito. Super doce e fininho, o Galak tinha várias embalagens que traziam animais fofos como ursinhos e coelhos. O Galak evoluiu para o Laka e hoje voltou a ser Galak de novo. Mas basta olhar para a embalagem dele nos anos 80 que já bate uma saudade enorme, né?