Arquivo da tag: disco music

Por essa ninguém esperava – muito menos o público GLS que frequentava a casa noturna The Abbey, nos EUA, aguardando um show da diva da disco music Gloria Gaynor. Antes de tudo começar, Gloria pediu que todos os gogo-boys fossem retirados do local.

O público, obviamente, achou a atitude um tanto quanto absurda e a cantora foi rapidamente chamada de homofóbica. A assessoria de Gloria teve que ser rápida para apagar o fogo, dizendo que ela não tem absolutamente nada de homofóbica, mas apenas não gosta de ter sua imagem atrelada a homens e mulheres dançando só de sunga e biquini pois “ela é muito religiosa”. Seja como for, o estrago já foi feito….


disco music

A disco music surgiu lá pelos idos de 1976, pegou fogo no mundo todo entre 1977 e 1978, e durou até o finzinho de 1979 – quando muita gente já não estava mais aguentando aquilo tudo. Mas ela nunca sumiu do mapa e sempre retorna com força total nas pistas mais divertidas de todo mundo. Além das rainhas Donna Summer, Gloria Gaynor e Grace Jones, a disco produziu bandas e artistas incríveis, que todo trasher adora. Vamos relembrar alguns deles?



abba

Com o final da febre da disco-music, o ABBA conseguiu se manter bem ativo durante o começo dos anos 80, só que desta vez escrevendo canções um pouco mais sérias, emotivas e que, sutilmente, também deixava um pouco aparente que o relacionamento dos dois casais não estava mais lá uma grande maravilha. A banda veio a acabar em 1982, mas ainda teve tempo de emplacar alguns hits.

São desta fase a maravilhosa “The Winner Takes It All”, que foi o último mega-hit do grupo, que a vocalista Agnetha sempre declarou ser sua música favorita de todo o repertório deles. E teve também o hino “Super Trouper”, outro clássico das pistas. E a banda encerrou sua carreira em grande estilo, com a ótima “Thank You For The Music”.



Falando em disco music, todo mundo é rápido em citar Donna Summer e Gloria Gaynor. Mas a disco também teve várias outras grandes vozes femininas que também marcaram uma época. Algumas delas venderam milhões de cópias, outras ficaram apenas com hits pequenos, mas são todas lembradas até hoje. É o caso por exemplo de Anita Ward, Celi Bee e Roberta Kelly.

Anita foi uma das que conseguiu emplacar apenas um único hit em sua carreira, mas que hit! A música “Ring My Bell” virou um clássico instantâneo das pistas e vendeu milhões de cópias. Já Celi Bee teve vários pequenos hits espalhados por aquela década como “Macho (A Real real One)” e “Boomerang”, mas nunca explodiu em vendas. Já Roberta Kelly por pouco não rivalizava com Donna e Gaynor, arrasando com diversos sucessos inesquecíveis como “Zodiac”, “Trouble-Maker” e “Oh Happy Day”. Diva!


A trilha sonora do filme “Embalos de Sábado à Noite” era repleta de sucessos dos Bee-Gees, mas também trazia faixas de vários outros artistas. Um deles era a cantora Yvonne Elliman, presente com uma das faixas mais legais da Era Disco e também de toda a década de 70: “If I Can’t Have You”. A música foi escrita pelos Bee-Gees, mas foi com Yvonne que ela atingiu o primeiro lugar nos EUA.

Yvonne começou sua carreira como atriz, e trabalhou durante quatro anos na primeira montagem do musical “Jesus Christ Superstar”. Além de “If I Can’t Have You”, ela teve também vários outros pequenos hits nos EUA, até passar boa parte dos anos 80 e 90 reclusa cuidando de sua família. Em 2004, ela voltou a sua carreira com um disco novo contendo suas próprias composições.