Arquivo da tag: dinastia

Para competir com “Dallas”, um sucesso estrondoso da CBS, os executivos da rede de televisão americana ABC apostaram em outra série com enredo baseado em fortuna, inveja e sede pelo poder.



Em 12 de janeiro de 1981 foi exibido o primeiro capitulo de “Dynasty” que ficou no ar até 1989. Retratava a saga da rica família Carrington, produtores de petróleo de Denver, no Colorado. Começou a fazer sucesso a partir da segunda temporada e chegou as 10 séries mais vistas da TV americana na metade daquela década. Já aqui no Brasil, nunca decolou, ao contrário de “Dallas”. Foi ao ar pela Rede Record mas não durou nem um ano. Voltou às telinhas pela Rede Bandeirantes em 1990 mas apenas as duas primeiras temporadas.



A atriz Joan Collins celebra hoje seus 77 anos, e continua com a mesma cara de perua divertida que tinha nos anos 80, quando ficou famosa mundialmente graças à serie de TV “Dinastia” onde ela interpretava uma senhora podre de rica que não pensava duas vezes antes de entrar numa briga – especialmente se fosse contra sua arqui-inimiga, a também poderosa Krystle Carrington (interpretada pela atriz Linda Evans).

Linda Evans (a loira) e Joan Collins (a morena) em Dinastia

Juntas, as duas foram um dos símbolos máximos dos anos 80, tornando popular os vestidos bufantes, os penteados ultra-produzidos e as ombreiras extra largas. Dinastia ficou no ar de 1980 até 1989, e foi exibida no Brasil por diversas vezes. Um dos pontos altos da série era, obviamente, as incríveis brigas entre Joan e Linda, cenas dignas de filme de kung-fu!!


Poucas coisas são tão sinônimo de “moda dos anos 80″ quanto mulheres usando ombreiras. Ter ombros quadradinhos, altos, cheios de volume e com um ar quase militar era obrigatório no guarda-roupas de todas elas. Os maiores ícones deste estilo foram as atrizes Joan Collins e Linda Evans, protagonistas da novela Dinastia, um dos maiores sucessos da TV dos anos 80 em todo o mundo.

Joan Collins

Joan Collins

E o pessoal abusava mesmo. As ombreiras adornavam desde camisas simples até vestidos de gala, vinham em diferentes tamanhos e, é claro, cada uma tinha uma cor específica que combinava com a roupa que você ia colocar por cima – porque o segredo era passar a ideia que você tinha ombros daquele jeito mesmo, que não estava usando ombreiras. Vai entender….

o2

o3

o4