Arquivo da tag: clovis bornay

Puro luxo!!!!!!! A história do Carnaval carioca tem como parte fundamental a presença do carnavalesco Clóvis Bornay, o fundador do Baila de Gala em 1935 e maior criador de fantasias de todos os tempos! A produção de Bornay era tão maravilhosa que depois de um bom tempo ganhando todos os concursos, ele acabou sendo eleito hors-concurs e passou a desfilar como o principal destaque.

As fantasias dele ganharam uma exposição especial no Rio de Janeiro em 2011, e essa matéria que encontramos no YouTube não só mostra várias delas como também é bastante informativa. E já dá até pra ir se inspirando pra noite do Gala Trash desta segunda, hein?!

Ninguém entendia mais de brilho, glamour e montação carnavalescos do que Clóvis Bornay. Seu nome fez parte da história do Carnaval brasileiro, sendo o primeiro a fazer bailes de carnaval de gala com concurso de fantasias no Rio de Janeiro, e isso tudo ainda na década de 30! Seu primeiro desfile foi em 1937, quando ele ganhou o primeiro lugar com sua fantasia intitulada “Príncipe Hindu”.

Neste vídeo, vemos algumas das mais incríveis fantasias já usadas por Clovis em todos os carnavais pelos quais ele passou em sua vida, ao som do samba enredo da escola Caprichosos de Pilares de 1985, “E por Falar em Saudades”. Ele com certeza, deixa muita saudades em todos nós que curtíamos o carnaval naquela década!

Nos anos 80, era quase obrigatório assistir aos concursos de fantasia de Carnaval que a extinta Rede Manchete exibia. Eles aconteciam dentro de salões chiquérrimos, e as fantasias eram altamente elaboradas, cheios de glamour e muito luxo – e tinham também os nomes mais absurdos possíveis. E neste quesito, não há como esquecer de Clovis Bornay, o Carnavalesco que fez tanto sucesso nos Carnavais desde a década de 20 que, nos anos 80 e 90, participava destes concursos como hours-concours – ou seja, ele não podia ganhar, para dar chance aos outros concorrentes.

Neste vídeo montado por um fã, Clovis exibe todo o seu glamour ao som do samba enredo da Caprichosos de Pilares de 1985 – “E Por Falar em Saudades”. Clóvis faleceu em 2005 e com certeza faz bastante falta com seu colorido único no Carnaval, e nunca é tarde para uma homenagem!

Fica aqui nossa homenagem a um dos mais coloridos personagens da cultura pop brasileira, que completa hoje quatro anos de sua morte. Clóvis Bornay foi sinônimo de Carnaval no Brasil durante toda a sua vida.

clovis bornay

Nascido em 1916, Clóvis descobriu sua paixão pelo Carnaval ainda na década de 20. Se tornou carnavalesco profissional e trabalhou juntamente com as principais escolas de samba do Rio como a Salgueiro, em 1966, Portela em 1969 e 1970 (com quem ganhou o campeonato de 1970 com o enredo “Lendas e mistérios da Amazônia”), Mocidade Independente de Padre Miguel em 1972 e 1973 e Unidos da Tijuca, em 1973. Durante os anos 80, ficou famoso em desfiles de fantasia onde sempre era candidato hors-concours. Foi gravou várias marchinhas como cantor nos anos 60 e 70.

clovis bornay