Arquivo da tag: Botecão du Tréxi


Todos os anos, a Trash 80′s faz uma programação em paralelo à semana LGBT que acontece em São Paulo no mês de junho.

A Semana da Diversidade da Trash 80′s é a forma de combater à homofobia que insiste em se manifestar em pleno século XXI. As armas são atrações divertida e um som bem colorida.

Abrimos as comemorações com um grupo de samba pop formado só por mulheres, “Meninas do Ressaca”, que sobe ao palquinho da Trash com composições próprias e hits populares.

O grupo surgiu do encontro de meninas que se reuniam nos finais de semana para jogar volei em um clube, e após os jogos , começaram a formar uma roda de samba. Inicialmente, não havia a pretensão de formar o grupo, mas foi se tornando cada vez mais popular e batizaram de “Meninas do Ressaca”

A vocalista (Keila Kotai) que já tocava profissionalmente, levou o grupo para fazer seu primeiro “samba” em um dos bares e a partir daí, as meninas não pararam mais. Com um repertório variado de grandes nomes do samba, como Zeca Pagodinho , Fundo de Quintal , Martinho da Vila, Beth Carvalho, além de sucessos da MPB como Ana Carolina, Jota Quest e até O Rappa com arranjos do próprio grupo, as Meninas do Ressaca passaram a abrir shows renomados como Revelação, Sorriso Maroto, Turma do Pagode, Sensação, Samprazer entre outros.

Entre os sucessos do grupo estão as composições próprias “Bate um Bolo” e “Tô chegando”, além de “Menino Levado”, “Hoje eu vou te dar” entre outras. Com um samba pop, alegre e divertido, as “loiras do samba” chegaram para ficar.

Além das meninas, a gente prepara um clima de boteco no lounge com mesas, peticos, rodadas de cerveja e cachaça na “faixa” para começar bem a semana. Praticamente um happy hour estendido. Quem já foi em outras edições do “Botecão du Tréxi” sabe como é bacana.

“E o som divertido da Trash?” – Sim, estará lá! Os DJs Eneas Neto e Chiara comandam a animação com a fórmula infalível de babas oitentistas, pop rock classudo, cafonices e clipes surreais.

E melhor: imprima o flyer e pague só R$ 15 até à 1h!

Não dá pra perder! Celebre a diversidade!

Trash 80′s no Clube Caravaggio
Quando: quarta, 2 de junho, a partir de 23h.
Onde: Rua Álvaro de Carvalho, 40, Centro – São Paulo
Quanto: R$ 30. Com reserva ou flyer impresso do site, R$ 25 até as 3h. Desconto especial: quem imprime o flyer paga R$ 15 até 1h
Para reservas, envie e-mail para reserva@trash80s.com.br até as 16h do dia da festa (ou da véspera, no caso das festas que acontecem aos sábados e feriados oficiais). Reservas sujeitas a disponibilidade.
DJs: Eneas Neto, Nico, Omar, Peque e Tonyy
Hosts: Paula Funny & Cristiano Carvalho
Informações: (11) 3262-4881 / 3237-0908 ou contato@trash80s.com.br.
Site: http://www.trash80s.com.br
Classificação etária: 18 anos
Ar-condicionado / Acesso para portadores de necessidades especiais / Proibido fumar
Não possui estacionamento próprio
Aceita dinheiro e cartões Visa e Master (débito e crédito)

Solange Couto

Quando Osvaldo Sargentelli (1924 – 2002) abriu a casa de espetáculos “Sambão”, em Copacabana (1969), ele provavelmente não imaginava que mudaria para sempre a imagem do “botecão”. De um gueto de malandros cariocas, as rodas de samba passaram a encantar a classe média brasileira.

Nos anos 1970 nasceram as “Mulatas do Sargentelli”. De todas as dançarinas, Solange Couto foi a que ficou mais famosa, especialmente depois de fazer inúmeras novelas nos anos 1980, como “Kananga do Japão”, “Sinhá Moça”, “Tenda dos Milagres”, “Voltei pra Você”, “Campeão” e “Os Imigrantes”.

Mas a mulata mais conhecida do inesquecível Sargentelli nunca ficou longe dos holofotes. Foi casada com o ícone trash Sidney Magal e em 2001 ganhou fama como Dona Jura, dona do bar da novela “O Clone”. Além de receber sambistas famosos em seu butecão, a dançarina eternizou o bordão “Não é brinquedo não”.

Vamos relembrar Sargentelli, o mestre do boteco, no “Programa Livre” (SBT)

Sex – 11/12 – Trash 80′s Centro – Botecão du Tréxi com Open Bar
No Clube Caravaggio

Último open bar do ano com chope, caipirinha, jurupinga, refrigerante e água.
Roda de samba ao vivo com trashers
O último open bar do ano relembra a homenagem feita a Mussum, com clima de boteco, que aconteceu no mês dedicado à pátria. Agora, a versão ganha um open bar e roda de samba feita por trashers, sem esquecer da trilha sonora clássica da Trash 80′s, com o mais divertido da década de 80.

Serviço: Botecão du Tréxi
Quando: Sexta, 11/12, e sábados a partir de 23h.
Onde: Clube Caravaggio
Endereço: Rua Álvaro de Carvalho, 40, Centro – São Paulo
Quanto: Open Bar: Com reserva ou carteirinha Clube Caravaggio, R$ 40 até a meia-noite. Após esse horário, R$ 50.
Para reservas, envie e-mail para reserva@trash80s.com.br. As reservas são aceitas apenas por e-mail e recebidas até as 16h do dia da festa (ou da véspera, no caso das festas que acontecem aos sábados e feriados oficiais). Reservas sujeitas a disponibilidade.
*Flyers impressos do site e reservas têm validade até a 1h.
DJs: Eneas Neto e Tonyy
Hosts: Alisson Gothz e Cris Carvalho
Door: Paula Funny & Anderson Legal
Informações: (11) 3262-4881 / 3237-0908 ou contato@trash80s.com.br.
Site: http://www.trash80s.com.br

Lotação: 600 pessoas
Classificação etária: 18 anos
Ar condicionado / Acesso para portadores de necessidades especiais / Proibido fumar
Não possui estacionamento próprio
Aceita dinheiro e cartões Visa e Master (débito e crédito)