Arquivo da tag: bianca
Noite do Cafona - 26/7

Noite do Cafona - 26/7

Ser cafona é ser pop, é não se importar com outros quando canta em alto e bom som aquela pérola que todo mundo conhece mas tem vergonha de cantar. A cantora Perla mostra como isso faz bem soltando a voz na edição 2014 da “Noite do Cafona” na Trash 80′s. Pra entrar no clima, o lounge da festa fará uma divertida ação fotográfica, com muitos acessórios pra lá de exagerados. No palco rola o concurso que elegerá o mais cafona da noite. Não dá pra perder!

26/7 – Sábado – Trash 80′s – Noite do Cafona
Show: Perla
Ação fotográfica com muitos acessórios
Concurso para eleger o mais cafona da noite
Quem for vestido no estilo brega, paga R$ 25 de entrada ou R$ 60 de consumo até 3h

Comemore o seu aniversário ou faça a sua despedida de solteiro

Comemore o seu aniversário ou faça a sua despedida de solteiro

Comemore o seu aniversário ou faça a sua despedida de solteiro nessa festa. Preencha o formulário no final da página de aniversário, que a gente te liga.

Confirme sua presença e convide seus amigos do Eventos Trash 80's no Facebook

Trash 80′s
Quando:
Sábado, 26/7, a partir das 23h
Onde: Clube Caravaggio – Rua Álvaro de Carvalho, 40, Centro – São Paulo (Próximo ao metrô Anhangabaú veja no mapa)
Quanto: R$ 35 entrada ou R$ 80 consumo sem reserva.
Com reserva ou flyer impresso do site, R$ 30 entrada ou R$ 70 consumo até às 3h.
Com Cartão de Fidelidade Clube Caravaggio/Trash 80′s, R$ 20 entrada ou R$ 50 consumo.
Lista de aniversariantes sexta: Convidados de aniversariantes pagam R$ 25 entrada ou R$ 60 consumo em comemorações às sextas até 3h.
Reservas: reservas pelo site www.trash80s.com.br. Reservas sujeitas a disponibilidade.
Hosts: Paula Funny e Cristiano Pereira
Informações: (11) 3262-4881 / (11) 99162-8588 ou clique aqui.
Classificação etária: 18 anos
Ar-condicionado / Acesso para portadores de necessidades especiais / Proibido fumar
Não possui estacionamento próprio
Aceita dinheiro e cartões Visa e Master (débito e crédito)

Nos anos 70, especialmente no auge da disco-music, era comum produtores pegarem músicas internacionais de grande sucesso e fazerem versões em português – nem sempre as traduções eram idênticas, e por várias vezes apenas a melodia era “emprestada”. Várias divas bregas ficaram famosas fazendo isso, tais como a Gretchen, a Perla e a Bianca.

Perla era rainha no estilo e regravava desde ABBA até Boney M, como é o caso desta “Rios da Babilônia” (versão de “Rivers of Babylon”). Gretchen também fez suas versões, como essa absurda canção chamada “Fera” – versão de “Teach me Tiger”. E pra fechar, a roqueira Bianca e sua Guitarra, arrasando num cover de Olivia Newton-John no clássico “Vou Pra Casa Rever Os Meus Pais”.


Sexy Divas - 27/7

Sexy Divas - 27/7

As décadas de 1970 e 1980 trouxeram sensualidade à música pop brasileira. O final da era disco e a popularização dos programas de TV criaram divas como Sharon, Gretchen e Rita Cadillac, que estão até hoje
na mídia. Numa noite picante, a Trash faz especial para essas musas e ainda promove um erótico show de pole dance no meio da pista.

27/7 – Sexta – Sexy Divas
Show de pole dance
Especiais com Rita Cadillac, Gretchen, Sharon, Harmony Cats e outras

Confirme sua presença no Eventos Trash 80's no Facebook

Trash 80′s Centro
Quando:
Sexta, 27/7, a partir das 23h
Onde: Clube Caravaggio – Rua Álvaro de Carvalho, 40, Centro – São Paulo
Quanto: R$ 30. Com reserva ou flyer impresso do site, R$ 25 até às 3h
Com Cartão de Fidelidade Clube Caravaggio/Trash 80′s, R$ 20
Reservas: Reservas pelo site www.trash80s.com.br até às 16h do dia da festa (ou da véspera, no caso das festas que acontecem aos sábados e nos feriados oficiais). Reservas sujeitas a disponibilidade.
DJs: Catatau e Omar
Hosts: Paula Funny e Cristiano Pereira
Informações: (11) 3262-4881 / (11) 9162-8588 ou clique aqui.
Classificação etária: 18 anos
Ar-condicionado / Acesso para portadores de necessidades especiais / Proibido fumar
Não possui estacionamento próprio
Aceita dinheiro e cartões Visa e Master (débito e crédito)

Suzi Quatro foi a primeira mulher 100% rock’n'roll a fazer sucesso no mundo da música pop. Vestindo roupas de couro e empunhando seu inseparável baixo, o sucesso de Suzi foi tão grande que ela até inspirou uma quase-cover brasileira, a lendária cantora Bianca. Ela lançou seu primeiro disco em 1973, e pegou carona na onda do Glam Rock de músicos como David Bowie e Marc Bolan. Nesta época, Suzi emplacou hits que fazem muito sucesso até hoje, como “48 Crash”, “Devil’s Gate Drive” e “Can The Can”.

Entre 1977 e 1979, ela participou de uma popular série de TV chamada “Happy Days”, onde – pra variar – fazia o papel de uma roqueira barra-pesada chamada Leather Tuscadero. Suzi acabou abrindo caminho para várias outras artistas femininas que não se contentavam em ver o mundo do rock’n'roll sendo dominado pelos homens. A boa notícia é que ela, inclusive, deve vir para o Brasil ainda este ano para uma série de shows. Taí uma ótima oportunidade para você conhecer o trabalho desta artista importantíssima para a música pop.

É hora de uma nova seção aqui no blog. A intenção com ela é sair do óbvio e retratar o lado B dos anos 80, aquilo que também foi sucesso,  mas que, por um motivo ou outro, não é o mais lembrado. De desenhos a artistas, a intenção é desenterrar mesmo!

Para começar, quem se lembra da Bianca?

Quando criança, lembro da minha irmã gritando pela casa o verso “Correndo da chuva, seu gesto pra me proteger, tendo seus braços a me envolver…”. Com o rádio ligado em alguma AM, ela delirava ao som de uma voz feminina que cantava o amor. O ano era 1983 e, mesmo décadas depois, a música ainda martela na minha cabeça. A época, a intérprete também era uma adolescente como tantas outras que passariam a curtí-la. Nascida em Ituiutaba, Minas, aos 14 foi apresentada à RGE, gravadora que logo a contratou. Logo vieram os sucessos: “Vou pra Casa Rever os Meus Pais” – versão de “A Little More Love”, de Olivia Newton-John -, “Minha Amiga” e, claro, “Correndo da Chuva”.
Para guardar – e ouvir – seguem os clássicos de Bianca.

“Vou pra Casa Rever os Meus Pais”

“Minha Amiga”

“Correndo da Chuva”