Arquivo da tag: arte

Todo mundo sabe que a arte de rua, especialmente o graffiti, foram ícones fundamentais dos anos 80, né? Taí a fama e o legado do lendário americano Keith Haring que não nos deixa mentir. Pois o Brasil também se destacou muito neste período e produziu um artista que tem tudo a ver com a Trash 80′s: o Alex Vallauri, criador da “Rainha do Frango Assado”.

Alex era influenciado pela cultura “brega & chic” e enchia seus graffitis com muitos elementos kitsch e da cultura pop. Entre os ícones ilustrados por ele estavam Madonna e Freddie Mercury. Já a personagem “Rainha do Frango Assado” foi criada para uma instalação em 1985 dentro da Bienal de Artes de SP, que era a sala de estar cheia de móveis e eletrodomésticos com estampa de oncinha e a imagem da sua dona e seu vestido estampado com coxinhas de frango.

O Museu de Arte Moderna (MAM) abre hoje em São Paulo uma retrospectiva imperdível da obra do artista (morto em 1987) que traduz o olhar ácido que lançou sobre a vida na década de 80. Não dá pra perder.

MAM (pq. Ibirapuera, portão 3; tel. 0/xx/11/5085-1300)
De ter. a dom., 10h às 17h30; até 23/6
Ingresso: R$ 6

No Dia Mundial de Combate à AIDS, fica aqui nossa humilde homenagem a um dos mais importantes artistas plásticos do nosso tempo, o americano Keith Haring (04/05/58 – 16/02/90).

keith haring

Sem Keith Haring, a cultura pop americana seria muito diferente. Foi ele quem introduziu a arte feita nas ruas e nos guetos para as grandes galerias de arte, fazendo do graffitti e da pixação verdadeiras obrasprimas, quebrando barreiras entre as raças, diversidade sexual, preconceito e discriminação. Dizer que ele foi fundamental para os anos 80 é chover no molhado. E se hoje em dia você vê a dupla brasileira de grafiteiros osgêmeos fazendo um sucesso absurdo por onde quer que passem, eles devem tudo o que possuem a Haring.

haring

haring

Seu traço absolutamente reconhecível à distância era sua marca registrada. Sua arte ocupava espaços que iam desde pequenos quadros rabiscados com giz de lousa nas paredes do metrô de Nova York até fachadas gigantescas de prédios históricos – incluindo a histórica igreja de Sant’Antonio na Itália. Foi amigo de Madonna (quando ela ainda sonhava apenas em ser uma bailarina), Grace Jones, Basquiat e Andy Warhol, veio ao Brasil dezenas de vezes, ficava feliz por estar no meio de gente de verdade que o inspirava em suas criações. A AIDS foi também grande tema de seus trabalhos, ele mesmo uma vítima da doença.

haring

haring

Suas peças transbordavam alegria, amor à vida, amor sem barreiras, eram inteligentes e divertidas. Em 1998 ele criou a Keith Haring Foundation, que até hoje dá auxílio à organizações que lutam pelo combate à AIDS (especialmente às crianças vítimas da doença). O legado de Haring continua vivo, pulsante e cheio de energia. Conhecer o seu trabalho é obrigatório para se entender um pouco de arte moderna. Um verdadeiro gênio.

haring

haring

http://www.haring.com

http://en.wikipedia.org/wiki/Keith_Haring

http://www.haringkids.com