Arquivo da tag: a volta dos mortos vivos

Tem coisa mais legal do que filme de terror dos anos 80??? Claro que não! A década foi marcada por produções que eram ao mesmo tempo asustadoras e divertidas, e em sua maioria eram estreladas por belas atrizes em trajes mínimos e que arrasavam na gritaria. Pois as “Rainhas do Grito” Linnea Quigley, Brinke Stevens, e Michelle Bauer são as figuras centrais do documentário “Screaming in High Heels” (“Gritando de Salto-Alto”), que está sendo dirigido por Jason Paul Collum.

Jason fez carreira dirigindo documentários que examinavam a presença feminina nos filmes de terror, e agora este novo projeto é a verdadeira “cereja no bolo” em seu currículo. “Screaming In Heels” analiza a carreira das três atrizes, que juntas fizeram mais de uma centena de filmes de terror. Linnea é mais conhecida pelo clássico “A Volta dos Mortos Vivos” e é considerada uma lenda-viva pelos fãs do gênero. Já Brinke e Michelle já participaram de dezenas e dezenas de filme trash de baixíssimo orçamento. “Screaming In Heels” tem tudo pra virar um clássico!

Já que ontem nós falamos sobre o filme “A Volta dos Mortos Vivos” aqui no blog e é claro citamos a ótima participação da personagem chamada “Trash”, vamos aproveitar a oportunidade e lembrar da atriz que a interpretou, a genial Linnea Quigley. A bela loirona foi uma das rainhas dos filmes B da década de 80, atuando em produções onde o “bom gosto” passava muito, muito longe – e por isso eram tão incríveis e relembradas até hoje. Linnea nasceu em 1958 e nos anos 70 começou a se interessar pela carreira de atriz. Até hoje, ela já fez mais de cem (!!!), grande parte deles de terror.

Também nos anos 80, Linnea aproveitou sua carreira em alta no gênero e lançou um histórico vídeo de ginástica aeróbica bastante peculiar. Nele, os pesos e instrumentos de musculação davam espaço à serras-elétricas e todo o tipo de maluquice. “Linnea Quigley’s Horror Work Out” virou cult e é idolatrado até hoje! Linnea continua firme e forte e agora também produz filmes. Quem quiser acompanhar o trabalho dela, é só visitar o site http://www.linneaquigley.net.

Tudo começou em 1968 quando o diretor George Romero fez um dos mais incríveis filmes de terror de todos os tempos: “A Noite Dos Mortos-Vivos”. Todos os filmes de zumbis que vieram em seguida se inspiraram neste clássico absoluto do cinema fantástico. E é claro que os anos 80 não poderiam deixar isso passar batido.

Em 1985, o diretor Dan O’Bannon reviveu a ideia e criou “A Volta dos Mortos-Vivos”, que é, sem qualquer exagero, um dos melhores filmes de terror daquela década. Completamente absurdo, o filme conta a história de uma cidade que, graças a um vazamento de uma substância estranha, vê seus antepassados literalmente saindo das tumbas dos cemitérios para o terror geral dos moradores – especialmente de um grupinho de jovens que uma escola local da qual fazia até uma punk de cabelo vermelho que adorava andar pelada (que por coincidência se chama “TRASH”).

Os zumbis tem até seu próprio grito de guerra, saindo pelas ruas enlouquecidos e gritando “MIOLOS!!!!!! MIOLOS!!!!!”. Isso porque eles precisam se alimentar de cérebros humanos. O motivo disso? Bem, daí você precisa assistir ao filme pra saber.

Um dos grandes méritos de “A Volta dos Morto-Vivos” é o fato dele ser tão absurdo que chega a ser hilário, dando força total à série de filmes de terror/comédia que fizeram muito sucesso muitos anos depois, tais como “Scary Movie – Todo Mundo em Pânico”. A trilha sonora do filme também é um show à parte, com clássicos do punk rock e do rock gótico oitentista, com direito à duas faixas da banda SSQ, liderada pela cantora Stacey Q – que faria bastante sucesso mais tarde em carreira solo.