Arquivo do mês: abril 2014

madonna

Desde os anos 80 até mais recentemente, Madonna sempre foi figurinha carimbada no lendário programa humorístico americano Saturday Night Live. E uma das participações mais memoráveis de Madge foi em 1985, quando ela interpretou uma absurda apresentadora de TV mexicana chamada “Marika”.

Logo na abertura de seu programa de mentirinha, Madonna cantou uma versão hilária do clássico “Take on Me”, da banda norueguesa A-Ha, emendando-a com alguns versos do também clássico “La Bamba”. Ela estava acompanhada de um grupo de dançarinos que na realidade eram os outros comediantes membros fixos do elenco do SNL. Simplesmente o máximo!

cyndi lauper

Que a música “She Bop” (um dos maiores clássicos da carreira de Cyndi Lauper) despertou uma enorme polêmica quando foi lançada em 1984 – onde muita gente achava que a letra era sobre masturbação – agora é a vez da própria cantora colocar mais fogo na fogueira, 25 anos mais tarde. Numa entrevista recente, Cyndi disse que a inspiração para a faixa foi, na verdade, uma revista pornô gay!

Segundo a própria, a inspiração veio ao folhear uma revista antiga chamada Blueboy. “Existia a Playgirl, mas eu a achava meio chata. E também havia a Blueboy, que naquela época – em minha pura ignorância – eu achava que era uma revista de nú masculino para mulheres. Não era”, comentou a cantora, com o bom humor de sempre.


Uma das comédias românticas mais legais dos anos 80 foi “Harry & Sally – Feitos um Para o Outro”, estrelada por Meg Ryan e Billy Crystal. O clássico, lançado em 1989, foi dirigido pelo grande Rob Reiner, que ganhou recentemente uma homenagem de amigos e fãs de seu trabalho. E para celebrar a obra do diretor, Meg e Crystal se reencontraram no evento.

“Às vezes as pessoas me perguntam o que aconteceu com Harry e Sally e eu acho que eles estão bem”, disse a atriz sobre os personagens que ambos interpretaram. Meg também lembrou de como foi filmar a famosa cena do orgasmo que ela tinha no meio de uma lanchonete – e que, depois de ensaiar por três vezes, o próprio diretor foi obrigado a ocupar o lugar dela e mostrar como se faz!


Cyndi Lauper

Nós já tínhamos falado aqui antes que a Cyndi Lauper é o show de abertura de grande parte dos shows da nova turnê da Cher, lembram-se? Pois os primeiros vídeos começaram a surgir no YouTube essa semana e, apesar delas não aparecerem juntas, já dá pra deixar todo mundo salivando de vontade de estar lá!

Num show recente, Cyndi apareceu usando um visual novo, com uma longa peruca bem vermelha e roupas pretas. Entre as faixas cantadas, estavam o clássico “She Bop” que, obviamente, quase todo mundo cantou de cór. Será que finalmente um dia Cher vai se apresentar no Brasil?? Agora é mais que a hora certa!

Madonna

Um grande número de fãs da Rainha do Pop Madonna não ficou nada satisfeito ao ver a sua diva – que é uma das maiores divas GLS da história – usar a palavra “gay” com um certo tom depreciativo durante uma brincadeira realizada pelo portal BuzzFeed. O site pediu a Madge para escrever a primeira palavra que viesse a sua cabeça a cada imagem que lhe era mostrada.

O problema foi quando Madonna, com muito bom humor, chamou o homofóbico presidente russo Vladimir Puttin de gay. E depois, também usou a mesma palavra para descrever uma foto de um couve. Alguns internautas não acharam a piada de bom gosto e saíram xingando. Essa não é a primeira vez que Madge se envolve em encrenca na Internet – há pouco tempo, ela usou a palvra “nigga” (termo considerado bem pejorativo nos EUA para definir pessoas afro-descentes) como uma brincadeira numa foto de seu filho no Instagram. Ela se desculpou depois.