O filho de Renato Russo, Giuliano Manfredini, acaba de ganhar um processo movido pelos membros do Legião Urbana Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá e conseguiu para si os direitos da marca com o nome do grupo. Segundo uma nota publicada pela coluna de Mônica Bérgamo no jornal Folha de São Paulo, o dinheiro arrecadado com as músicas de Russo será doado, em parte, para uma fundação que luta contra o alcoolismo batizada com o nome do cantor e criada por Manfredini.

A briga toda começou quando Bonfá, ex-baterista da banda, lançou uma cachaça chamada “Perfeição”, que também era o título de um dos grandes sucessos do Legião. Manfredini declarou então que “É lamentável ver a obra do meu pai ligada ao álcool”. Bonfá se defendeu, dizendo que “A palavra ‘perfeição’ não pertence a ninguém. É um substantivo da língua portuguesa. O problema não está no produto, mas nas pessoas. Eu não sou alcoólatra. Até amor em excesso faz mal”.

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
Comente