A vida e obra de Renato Russo com certeza são dignas de um filme. Aliás, um só não, mas três: este ano, o cinema está recebendo três produções diferentes que ou se inspiram em letras e canções do músico, ou então tentam retratar a vida de um dos personagens mais importantes da cultura brasileira.

“Pais e Filhos” foi dirigido pelo mineiro Thales Corrêa, produzido nos Estados Unidos, e foi recentemente exibido nas sessões paralelas do importante festival de cinema de Cannes. Já “Somos Tão Jovens”, que conta a história da juventude de Renato Russo, foi visto por mais de 470 mil desde sua estreia. E, pra fechar, é claro, “Faroeste Caboclo”, que ganha festa de lançamento na Trash essa semana.

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
Comente