1. A modelo andrógina que beija Madonna no vídeo é brasileira, se chama Luciana Dias, e é filha da famosa comediante Marlene Dias.

2. O bigodudo gostosão é o ator e modelo Tony Ward, que já fez vários filmes independentes com cenas de sexo e, é claro, namorava a Madonna na época.

3. “Justify My Love” foi o primeiro vídeoclipe de um artista a ser lançado em fita VHS. A oportunidade era perfeita, pois o vídeo foi proibido em diversos países e essa era a única forma de vê-lo por completo.

4. “O Porteiro da Noite”, um cultuado filme italiano de 1974, serviu de inspiração não só para várias cenas do vídeo como também para um dos figurinos que a cantora usa.

5. O diretor do vídeo é o fotógrafo Jean-Baptiste Mondino, que já havia dirigido Madonna no vídeo da música “Open Your Heart”.

6. A canção é uma co-autoria com o músico Lenny Kravitz e a compositora Ingrid Chavez, que não recebeu créditos no disco e teve que ir na justiça exigir seus direitos.

7. Apesar de ter seu vídeo banido, a música chegou no primeiro lugar das principais paradas ao redor do mundo e era muito bem executada nas rádios.

8. A dupla de comediantes Mike Myers e Dana Carvey (do Wayne’s World) fizeram uma paródia do vídeo com participação da própria cantora num quadro do lendário programa humorístico americano Saturday Night Life.

9. O projeto Enigma (lembra dele, aquele dos cantos gregorianos em ritmo dance?) usou uma parte de “Justify My Love” em um remix de seu single “Mea Culpa (Part II)”.

10. Música e vídeo foram divisores de água na carreira da cantora, que inicia com eles sua fase mais hardcore, inspirada abertamente em sadomasoquismo, fetichismo e homossexualidade.

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
Comente