1. A lendária Dona Armênia foi interpretada pela grande atriz Aracy Balabanian, que na vida real é filha de armênios que vieram para o Brasil fugindo da Primeira Guerra Mundial.

2. Dona Armênia fez tanto sucesso com o público que também participou de outra novela, “Deus Nos Acuda” (1992), junto com seus três filhos.

3. “A Rainha da Sucata” foi a estreia da atriz e comediante Marisa Orth na Rede Globo, assim como o ator Gerson Brenner.

4. A atriz Marília Pêra fez uma pequena participação logo no início interpretando ela mesma.

5. A estação de metrô Ponte Pequena foi rebatizada como Estação Armênia após o bairro (onde se concentra a comunidade armênia em São Paulo) fazer parte da novela, e teve a presença de Aracy Balabanian na reinauguração.

6. A cena em que Maria do Carmo é humilhada no baile de finalistas do liceu com um banho de lixo é quase uma cópia da famosa cena do baile do filme “Carrie, A Estranha”.

7. A cidade cenográfica de “Rainha da Sucata”, embora construída no Rio de Janeiro, reproduzia um quarteirão do bairro paulistano de Santana, enquanto a mansão dos Figueroa o bairro Jardim Europa.

8. A Globo parou de exibir seu famoso bloco das “cenas do próximo capítulo” no meio da novela ao perceber que a maioria do público aproveitava esse intervalo pra mudar de canal e assistir a novela “Pantanal” – e acabava não voltando pra Globo.

9. “Pantanal”, inclusive, só entrava no ar depois do final de “A Rainha da Sucata”, mesmo quando essa estava um pouco atrasada.

10. Por problemas pessoais, o autor da novela, Silvio de Abreu, teve que se afastar por duas semanas da produção e foi substituído por Gilberto Braga.

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
Comente