Quem vê Cyndi Lauper toda divertida e atrapalhada em seus videoclipes dos anos 80 nem imagina que ela já até pensou em suicídio, né? Pois ela resolveu contar tudo sobre isso e muito mais em sua autobiografia, que chega às lojas este mês. A diva está fazendo uma turnê por vários programas de TV americanos para divulgar “Cyndi Lauper: A Memoir” e não se mostra preocupa em discutir esses assuntos mais sérios e íntimos.

Em um trecho do livro, Cyndi assume que a depressão surgiu após se separar de seu marido David Wolf. “Foi um período muito obscuro para mim. Eu morava num hotel e cheguei a ficar a dois passos de pular da sacada! Eu ia para o estúdio e depois sentava no meu quarto escuro tomando vodka. Eu só queria ficar a maior parte do tempo sozinha. Eu pensei que a tristeza nunca iria passar. A única coisa que me impediu foi que eu não queria os jornais publicando coisas como ‘A garota que só queria se divertir não conseguiu’” – fazendo uma clara referência ao seu maior sucesso até hoje. Que coisa!

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
Um comentário
  1. poxa cyndi teve vontade de suicidar-se, ainda bem que não aconteceu o mundo não iria conhecer essa espetacular cantora, atriz e compositora.

    dialog

Comente