Quando falamos em brinquedos dos anos 80, todo mundo se lembra do Genius, aquele jogo que parecia um disco voador cheio de luzes as quias você tinha que pressionar de acordo com a sequencia que elas piscavam e que fez um enorme sucesso entre a molecada da época – e é até hoje disputadíssimo em sites de leilões.

Mas o “pai” do Genius foi o Merlin, também produzido pela Estrela. Olhando hoje em dia, o Merlin parece um telefone celular daquels bem antigos, e funcionava mais ou menos do mesmo jeito que o Genius, com várias combinações que precisavam ser seguidas pelo jogador. Ele possuía os níveis: 1. Jogo da Velha, 2. Máquina do Som, 3. Eco, 4. Faça 13, 5. Quadrado Mágico e 6. Código Secreto. O brinquedo não foi um grande sucesso de vendas, o que o fez se tornar um brinquedo bem raro hoje em dia e atingir preços mais altos do que o Genius entre os colecionadores.

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
Comente