Quem diria que Mônica, Cebolinha e Chico Bento fariam seu criador se tornar um “imortal”? Pois foi o que os personagens mais queridos das histórias em quadrinhos do Brasil fizeram essa semana: Maurício de Souza agora ocupa a cadeira de número 24 da Academia Paulista de Letras com todas as honras possíveis. E mais: ele é o primeiro quadrinista no mundo todo a fazer parte de uma academia de Letras.

“Eu nunca esperava uma honraria como esta, até porque pouco tempo atrás as histórias em quadrinhos estavam no index da má literatura”, declarou Maurício a um jornal paulista. De acordo com uma pesquisa pública, Maurício foi colocado entre os dez maiores autores brasileiros em todos os tempos – provando que, pelo menos entre a população, os quadrinhos sempre foram parte muito importante de nossas vidas.

O autor tomou posse de seu lugar na tarde desta última quinta-feira, numa cerimônia onde esteve devidamente acompanhado pelos bonecos de sua turma. Agora Mônica e Cebolinha dividem espaço com os personagens clássicos de autores como Vinícius de Moraes e Machado de Assis. Nada mal, hein?

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
Comente