O circo em torno da morte de Michael Jackson está cada vez mais longe de acabar. Agora, o julgamento do médico acusado de ter provocado a morte do popstar, Dr. Conrad Murray, será exibido na televisão americana ao vivo. O juiz do caso porém já declarou que a presença de câmeras dentro do tribunal será extremante regulada e restrita, para evitar que isso prejudique o julgamento.

O iníco das audiências no Tribunal Superior de Justiça de Los Angeles foi marcado para dia 24 de março e deve se prolongar por até seis semanas. O médico – que se diz inocente – está em liberdade depois de pagar uma fiança; o cardiologista foi contratado como médico pessoal do músico para prepará-lo para sua turnê final e pode pegar até quatro anos de prisão caso seja considerado culpado em ter aplicado em Michael uma dose letal de um dos medicamentos que ele tomava de forma premeditada.

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
Comente