A “Material Girl”, grife recentemente lançada por Madonna e sua filha Lourdes Maria, está sendo processada por uma empresa que alega ter registrado a marca em 1997, muito antes da rainha do pop.

“Nosso cliente vem desde 1997 produzindo roupas similares em lojas similares com preços similares com o nome ‘Material Girl’ e a Madonna e sua nova companhia não têm o direito de dividir o mesmo espaço com essa marca”, diz um dos advogados da empresa.

Madonna ainda não se pronunciou sobre o assunto, segundo a revista “People”.

Fonte: Folha Ilustrada

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
Comente