Arquivo do mês: novembro 2009

Ximbica no camarim - Foto: Ricardo Assis / Portal Cultureba

Confira parte da matéria feita pela equipe do programa “Manhã Maior” (Rede TV!) no show da Ximbica, sexta-feira na Trash 80′s, assim como um trecho da participação da cantora ao vivo na atração, hoje pela manhã.

Hoje de noite Ximbica também marcará presença no “Superpop”.

Cena do filme "This is it"

Segundo o site UOL Cinema, a Reuters divulgou que “This Is It”, documentário sobre Michael Jackson, será lançado em DVD e Blu-ray no mercado norte-americano em 26 de janeiro. Produzido pela Sony, o documentário arrecadou 71 milhões de dólares nas bilheterias dos EUA desde sua estreia nos cinemas, em 28 de outubro.

As versões em DVD e de alta definição de “This Is It” vão incluir vários minidocumentários e outros extras. O Blu-Ray Disc também terá duas versões cada dos vídeos de Jackson “Smooth Criminal” e “Thriller”. Os preços sugeridos no varejo serão de 28,96 dólares para o DVD e 39,95 para a versão em Blu-ray. Também está previsto um disco para PlayStation Portable, que será oferecido por 24,94 dólares.

Halloween Trash 2009

Amanhã (dia 01/12) começa o último mês de 2009. E como já é tradição, a maioria das mídias começam a fazer sua retrospectiva de tudo que rolou de melhor no ano. Aqui no blog da Trash não será diferente. E para começar, confira como foi o Halloween Trash, no último dia 30 de outubro.

Hilda Rebello em "Sete Pecados"

Ela estreou na televisão há vinte anos. Não tinha um corpo sarado e nem um rostinho bonitinho, mas acabou conquistando o exigente público da Rede Globo com seu grande carisma. Estamos falando da atriz Hilda Rebello, que hoje completa 85 anos de vida vivendo a divertida Nereide, dona do movimentado restaurante de “Caras & Bocas”.

Mãe do diretor Jorge Fernando, Hilda estreou na televisão em 1989 como a ingenua aia da Rainha Valentine (Tereza Rachel) na clássica novela “Que Rei Sou Eu?”. Depois disso não parou mais e emendou mais três novelas. Rebello foi a Jorgina em “Rainha da Sucata” (1990), a beata Hermínia em “Vamp” (1990) e a empregada Violante em “Deus Nos Acuda” (1992).

Mesmo começando sua carreira artística somente nos final dos anos 1980, Hilda possui uma carreira de fazer inveja para muitas mocinhas. Já soma mais de 20 trabalhos na televisão e dois no cinema. Com destaque para “A Próxima Vítima” (Dona Zulmira), “As Filhas da Mãe” (Dona Geralda), “Sete Pecados” (Corina), “Alma Gêmea” (Dona Filó) e “Chocolate com Pimenta” (Matilde).

Parabéns Hilda, principalmente pela sua força de vontade de começar uma carreira aos 65 anos e se manter trabalhando firme e forte aos 85. Muitos anos de vida e saúde. Continue sendo um exemplo para toda uma geração de novos atores.

Vale a pena ver de novo… Hilda Rebello na novela “Vamp”

ximbica e nossa "hostess" vestida a lá Geisy

Em um programa do Disney Channel, Miley Stuart é uma moça normal durante o dia, mas de noite torna-se uma famosa cantora pop chamada Hannah Montana. Miley esconde sua real identidade do público, assim, somente os seus amigos próximos e sua família sabem da verdade.

Não muito diferente, é a história de Lia ST. Durante o dia, ela é uma respeitável profissional, que trabalha como webmaster na empresa Electronic Arts do Brasil. Com um jeito tímido e calado, poucos sabem que na verdade ela é a animada cantora pop Ximbica, que na última sexta teve seu primeiro show realizado na festa Trash 80’s.

ximbica no palco da Trash 80's

Enquanto Lia é tímida e fala baixo. Ximbica ri alto, é agitada e tornou-se um ícone na internet com o “Ximbication”. A maquiagem já é um diferencial e ajuda na “transformação”. Enquanto a webmaster não utiliza nada no rosto, a cantora utiliza batom borrado e muito rímel no olho.

Vestida com uma roupa que lembra a heroína She-Ra, Lia (ou melhor, Ximbica) fez uma apresentação de 35 minutos, com sete canções. Além das quatro canções clássicas da internet (“Libera a Saída, “Ximbica Xou”, “Vou de Táchi” e “Ximbication”), ela apresentou uma nova versão de “Libera a Saída” e duas canções novas “Não Gonga” e “Você me Quer”.

O público recebeu bem a cantora, mesmo muitos não sabendo direito quem ela era. As músicas novas dispersaram um pouco a atenção da platéia, que no final cantou em penso o hit “Ximbication”, participando inclusive da coreografia de “Pisa na barata, pega a borboleta…”

Ximbica tira foto com os fãs que foram ver o show