Durante muito tempo a música “Marrom Glacê” foi um verdadeiro hino na pista da Trash 80′s. Sua letra totalmente a favor do desbunde e do glamour simplesmente ordenava que as pessoas se jogassem na pista de dança como se aquela fosse a última dança da vida delas:


Champanhe no gelo,
Salgados e doces
Prepare os talheres,
Os discos e as poses
Escolhe teu melhor
Vestido e vai

Duas gotas de veneno,
Não mais
A boca vermelha, sensual
Um brilho nos olhos,
Você está demais

Toda essa gente louca
Alegre em sedas,
Se desbundar
A festa nunca vai acabar

Ronaldo Resedá foi um dos maiores ídolos da música pop dançante dos anos 70 no Brasil, um verdadeiro Rei da Disco Music. Bailarino profissional, Resedá brilhava nas telinhas das TVs e encantava a todos. Mesmo tendo gravado apenas um álbum, isso foi o suficiente para colocá-lo no topo da efervescente e colorida cena discotheque nacional.

ronaldo resedá

Infelizmente Resedá faleceu em 12 de setembro de 1984 vítima de um AVC. Hoje ele completaria 64 anos, mas com certeza ainda estaria frequentando todas as festas mais legais da cidade – incluindo a Trash, é claro. Fica aqui nossa homenagem a este grande (e infelizmente meio esquecido) ídolo!



Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
29 comentários
  1. o mundo realmente era mais feliz.

    dialog
  2. Eu amo Ronaldo Resedá,para mim ele não morreu,está cantando e dançando em todo universo.

    dialog
    zaide s barbosa comentou em 15 de fevereiro de 2010 às 14:22 Responder
  3. Um grande artista, que nos deixou muito cedo.

    dialog

Comente