Se estivesse vivo, Ramón Valdés, nosso querido “Seu Madruga” completaria hoje 86 anos!
Pra homenageá-lo novamente, eis uma seleção de algumas das suas frases “históricas”:

“Eu sabia que você era idiota, mas não a nível executivo!”

“Não existe trabalho ruim. O ruim é ter que trabalhar.”

“Sabe como é, todo esse tipo de porcarias: papéis, lixo,.. Florinda…”

“O quê? Na escola nunca te ensinaram botânica? Bogotá é um país!”

“Esta caveira representa ‘prerigo’,'PRE- RI- GO’.”

“Com ousa me acordar às 10 da madrugada, Chaves?!

“Tem uma coisa que não inventaram, e que eu estou a ponto de inventar, são as bolas feitas com bochechas de moleque aloprado!”

“A virtude de bem viver está nos princípios morais, minha filha.”

“As pessoas boas devem amar seus inimigos.”

“Estou falando com a mula, não com seus carrapatos!”

“Somente as pessoas ruins sentem prazer em ver o sofrimento alheio.”

“Eu, mesmo sem um centavo no bolso, sempre trago no rosto um sorriso franco e espontâneo. Ó, veja!”

“Quando a fome aperta, a vergonha afrouxa…”

“Sou pobre, porém honrado!”

“São todas assim: começam ficando com o chapéu e acabam ficando com a carteira!”

“Isto é uma caliúnia! Uma caliúnia! Você sabe o que é uma caliúnia?”

“Não é uma coisa que se diga: Minha nossa, mas que bom trabalho! Mas…”

“Por 100 mangos eu posso até ser a madrinha do casamento!”

“Como pode existir uma bela alma num corpo tão… tão… digo…”

“Com um colaborador como o Chaves, o êxito da venda de balões está totalmente assegurado!”

“Me acorde as 11 horas e me traga o café na cama.”

“Como dizia meu velho avô: Se quiser vir a ser alguma coisa, que devore os livros!’”

“Na hora do aperto se aprende…”

“Uma licencinha pro Madruguinha que vai tomar um cafezinho!”

“Com a licencinha dos amiguinhos, eu vou comprar uns preguinhos…”

“Sou um cidadão consciente, não fanático!”

“Chapéu, sapato ou roupa usada, quem tem!

“Puxa, repuxa, recontrapuxa!”

“A mulher de quem?”

“Minha senhora, se acha que pode me comprar com alguns presentinhos, eu vou lhe dizer uma coisa… eu aceito!”

“Aprenda comigo, que nunca meto o nariz onde não devo.”

“É isso que eu digo: não há nada como dever.”

“Eu tomo banho todos os dias!”

“Estou juntando para te dar tudo de uma vez, um montão no fim do ano.”

“Sabe o que eu faço quando gritam comigo? Eu vou prá minha casa…”

“Vá até a esquina e veja se meu burro está bem amarrado.”

“Vá ver que horas são na Catedral de Londres.”

“Mas é de enlouquecer!”

Seu_Madruga

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
Comente