Clausa se despediu da gente após mais uma noite cansativa de trabalho. Foi no Caravaggio, neste último sábado, que eu vi essa formiguinha.

Incansável e sem perder o bom humor, ela tirou de letra o trabalho que muitos não acham digno. Ela estava lá pra cumprir sua última jornada da semana e, como todo sábado, sabia que ia se divertir também. Encontraria pessoas, seria abraçada, beijada, celebrada.

É assim que guardo sua imagem. Seu sorriso tímido que cativou centenas de pessoas, muitas delas anônimas mas que voltam sempre à Trash 80′s pela simpatia do staff, como a nossa Clausa, que engrossou esse coro por muito tempo.

Sua despedida repentina desse mundo me pôs a pensar. Muito.

Deixo aqui minhas condolências à família e minha homenagem com todo respeito que a Clausa merece.

Descanse em paz

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
2 comentários
  1. adorei! pois ela merecia demais essa homenagem de vcs!

    dialog
  2. 'Eu nunca vii uma pessoa tão boa que nem a Clausa …

    'Parabéns por essa homenagem …

    Viniih!

    dialog
    Vinicius Tartaro comentou em 21 de abril de 2010 às 17:29 Responder

Comente