Há quanto tempo você freqüenta a festa?
Há 1 ano.

Conte um pouco sobre como conheceu a Trash 80′s.
Sábado à noite, num bar, surgiu a proposta de ir à Trash e fomos ver o que era aquela “magia” de que sempre ouvia falar… foi amor à primeira vista, porque não existe meio termo: ou você ama ou odeia. No meu caso, amei de cara. Ao entrar você fica perdido, pensando o que leva as pessoas a dançarem e cantarem como crianças e logo me vi fazendo exatamente igual.

Minha vida é dividida entre o “pré-Trash” e o “pós-Trash”. E posso afirmar que muita coisa mudou para melhor, sou muito mais feliz depois de conhecer a festa e as pessoas que freqüentam e que acabaram, de uma forma ou outra, fazendo parte da minha história.

Plagiando um pouquinho e adaptando o slogan dos salgadinhos Elma Chips, que dizia: “é impossível comer um só”, eu digo que na Trash é impossível ir apenas uma vez e não querer voltar. Esta é a grande verdade.

Nesse tempo todo, qual foi a sua festa inesquecível?
Todas as festas são inesquecíveis, mas as com open bar são impagáveis.

Cite as 5 coisas de que mais gosta na Trash.
- A diversidade, num sentido amplo da palavra. Poder dizer NÃO a qualquer tipo de preconceito.
- Ser você mesmo, sem medo do que as pessoas vão dizer… até mesmo porque ali todos estão surtados e felizes pela energia contagiante daquele lugar.
- As pessoas que trabalham na Trash… Adoro todos…
- Os amigos que fiz e que ainda vou fazer nos próximos anos.
- As músicas… poder relembrar o passado e identificar junto a letra de uma música um amigo seu, hahahahaha

Todo mundo já pagou um ‘micão’ na Trash 80′s. Qual foi o seu?
Tomar tequila um pouco além da conta e ficar jogada no sofá a noite toda…

Resuma a Trash 80′s em uma palavra!
Parque de diversão.

Pra você, quais as músicas mais legais da Trash 80′s?
- Xuxa – É tão bom
- Dominó – Companheiro
- Sidnei Magal – O meu sangue ferve por você
- Trem da alegria – Pra ver se cola – essa é pra você Fábio Sato!

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
Comente