Por Alessandro Fiocco para Trash 80′s

Você se lembra como era a expectativa para o Dia das Crianças? Primeiro, com os pedidos feitos: havia aquele temor de não ganhar o cobiçado presente, na maioria das vezes um brinquedo. Daí rolava a maior decepção quando, de dentro do embrulho, aparecia o que você não havia pedido. Mas se ele era atendido, o dia era de pura alegria. A fim de matar a saudade, veja alguns comerciais de brinquedos da época. Ah, sim: se o desejo ainda mora no seu coração, fuce na internet e encontre – e até compre – o seu brinquedo. Como há inúmeros colecionadores, não é impossível encontrar peças com mais de vinte anos, praticamente intactas.

Bonecas de Apresentadoras

Ícones da época, as apresentadoras ganhavam muito dindin com centenas de produtos. Assim, a versão em borracha não demorou a sair e conquistou as meninas do Brasil todo.

Bolinha de Sabão

Da linha boneca com mecanismo, a Bolinha caminhava a ainda fazia bolinhas coloridas. Mesmo sendo uma das mais caras da prateleira, era uma das campeãs de venda.

Susi

A adolescente com perninhas rechonchudas deu lugar à Barbie em 1983. Até aquele ano não tinha para ninguém. Depois que a Mattel rompeu contrato com a Estrela, já na década de 90, a Susi voltou, mas sem o mesmo entusiasmo de antes.

Melissinha

Para as meninas vaidosas, a Melissinha virou uma febre e oferecia acessórios para acompanhar as sandalinhas. Com a moda nos pés e acessórios por todo o corpo, elas queriam é se exibir.

Barbie

A loira mais glamorosa do planeta aterrissou por aqui no começo dos anos 80. Até 1994 a Estrela deteve o direito da marca e fez a festa: carros, mansões, móveis e mil acessórios. Riquíssima, a Barbie reina até hoje por aqui, agora sob a tutela de sua criadora, a Mattel.


Playmobil Trol

Aguçando o lado lúdico da criançada, os bonequinhos sorridentes permitiam criar mil histórias com cenários fabulosos. Relançados, voltaram com kits maiores ainda.

Caloi Cross

Com pneus coloridos e quadros metalizados, a bicicleta dos meninos era pura aventura. Alavancado pelo filme “E.T.”, o objeto fazia com que muitos endiabrados se transformassem em cândidos anjos do dia pra noite. Tudo para ganhá-la.

Caloi Cecizinha

Rosinha, com cesta na frente – na publicidade sempre com flores -, as meninas responderam com entusiasmo à febre dos meninos pela Caloi Cross e tiveram um modelo só seu. Ainda por cima com cores consideras femininas, como o rosa e o lilás.

Falcon

Percussor dos bonecos articulados, Falcon foi inspirado na linha americana Adventure Team. Com muita munição, armas poderosas e até um potente helicóptero, quem cresceu no início da década de 80 curtiu muito o barbudão.

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
Comente