Conheci a Trash no dia 7 de abril de 2005, após o convite de uma amiga com quem tinha pouco contato. No dia do convite, ela, com um brilho nos olhos, me disse: “Estou indo a um lugar que você vai adorar”. O convite foi feito na segunda-feira. E ela também me disse que estava indo às quintas e que se divertia muito…

Na quinta-feira da mesma semana encontrei dois marmanjos amigos meus que eram loucos por minha amiga – que, por sinal, tinha acabado de ficar solteira… Então eu fiz a proposta a eles: “Vamos à ‘baladinha’ a que ela me convidou”?

Os dois não hesitaram e logo eu liguei pra ela pra confirmar a nossa ida. Chegando, já encontrei um povo simpático logo na porta. E, quando adentrei o recinto, tudo me fascinava: a decoração, as pessoas, a música… Tudo era novo e contagiante. No mesmo dia encontrei com uma outra pessoa que eu conhecia, a Alê. Mas não tínhamos a menor empatia um pelo outro.

Depois daquela noite, iniciava-se a minha era Trash. Passei a freqüentar a festa todos os finais de semana e um dos meus amigos começou a namorar minha amiga. Assim, passamos a bater cartão no cortiço. Eu e a Alê nos tornamos bons amigos e nossa trupe tinha uma trilha sonora: “Fogo e Paixão”, do Wando!!!

Logo veio minha primeira festa fora do Caravaggio: a festa de abertura da Parada no Tom Brasil. Diverti-me muito naquela noite, além de tirar 3000 fotos de um certo gaúcho… Depois disso continuei a bater cartão. O carinho, o respeito… Até da minha saúde o povo do staff cuidava…

Uma vez tive uma crise estomacal depois de encher minha cara de energético…rs. O Fábio (Pimpão), segurança, tratou de me arrumar um sal Eno para me reabilitar…rs. Outro mico impagável foi eu ser inscrito no concurso Miss Trash sem meu conhecimento. Pura travessura de meus amigos…

A Trash é meu antidepressivo, a minha droga predileta. Se estou triste, me jogo no som do absurdado Wander e saio de lá com uma energia maravilhosa. Além de encontrar com os sempre maravilhosos Anderson Legal e Paula Funny.

Minha melhor festa na Trash foi recentemente, na Pop Trash “É Cor de Rosa” Choque, na qual ganhei mais um amigaço, o Renato (Dip).

Bom, gente, acho que era isso. Não quero deixar de agradecer a todos do staff, trashers etc. E deixar aqui meus agradecimentos aos meus amigos trashers que fazem de mim e da festa ainda melhor: MP, Karina, Alê, Dip, Grá, Flávia etc… E também convidar todos a curtirem meu set no dia 31 de maio de 2007, quando também vou comemorar meu niver.

É isso AE!! Trash 80´s,
Valeuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
Comente