Tudo começou em setembro de 2004, a convite da minha irmã Graziela. Ao chegar, achei tudo muito diferente e estranho. Na porta, um casal diferenciado não sabia se me encantava ou se me assustava ao mesmo tempo (Paula Funny e Anderson Legal).

Ao entrar, deparei-me com um lugar escuro. Porém, a decoração era colorida e alegre. Pessoas se cumprimentavam, abraçavam-se como amigos de longa data… diferente de qualquer outro lugar que já freqüentei.

No início estava meio inibido, mas nem foi preciso tocar a segunda música para relembrar a minha infância e viver minha geração oitentista (Rosana, Balão Mágico, Trem da Alegria, Menudo, Wando, entre outros).

Na próxima semana estava eu na Trash 80′s novamente. E assim fui me apaixonando e hoje sou freqüentador assíduo. Com o tempo fui conhecendo toda a Trupe e o staff, que adoro! Ficando cada vez mais fã dos queridos DJs Wander e Catatau, Tonyy e Zeezo… sem falar nas coreografias hilárias e performances fantásticas com Darwin e Cris, como a lavagem da escadaria da Trash em 2007… me arrepio só de lembrar.

E meu maior presente foi os amigos que conquistei e ganhei durante todo esse tempo. Posso dizer que a Trash é a minha segunda família. Agradeço a todos, em especial ao meu quarteto inseparável (Erika, Juliana e Thiago) que tanto amo. E a todos que fazem essa festa tão maravilhosa chamada Trash 80′s.

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
Comente