Minha história com a Trash é muito parecida com a minha história de amor.
Ouvi falar da Trash mais ou menos um ano antes de ir lá.
Meu marido eu conheci um ano antes de ficarmos.
A primeira vez que eu entrei na Trash me apaixonei perdidamente…
A primeira vez que fiquei com meu marido também.
Com o meu marido eu fiquei, namorei e casei em 5 meses.
Com a Trash também!!

Hoje em dia eu não vivo sem a Trash…e sem o meu marido também !!! :-P
Acho que deu pra ter uma noção do quanto eu amo esse lugar, né???
Meu marido já foi trasher muito antes de me conhecer. E, quando começamos a namorar, eu, que já morria de vontade de ir, fiz ele me arrastar para o Caravaggio. E nunca mais sai de lá!

Meu relacionamento com a Trash?? É um casamento, sim!!
Onde eu posso ser eu mesma, surtar, me vestir do jeito que dá na telha, fazer palhaçadas, cantar Xuxa no último volume, dançar até suar. Ser exatamente como eu sou em casa, sem ninguém pra julgar, olhar de canto ou criticar.

Lá eu encontrei minha Neverland, minha Terra do Nunca que eu sempre procurei!!! Porque eu SEMPRE fui trash, só não tinha onde me revelar (hehe).
E lá eu posso ser a menina perdida com meu Peter Pan todos os fins de semana!!
E eu considero a Trash como um lugar cheio de magia…. onde nada mais importa além de ser feliz…
Onde eu fiz amigos e faço minha terapia semanal. A semana em que eu não vou, sai de baixo que o mau humor toma conta mesmo.
Por que tudo isso??? Nem eu entendo!!!
Alguém explica o amor? A paixão?
A única coisa que eu sei é que sou apaixonada pela Trash!
O ambiente, as pessoas, as coreografias, os DJ´s, as performances, os open bars, o staff, a decoração, as Benês (a que eu levo meu pequeno e ele também ama!), as músicas…

E porque a Trash trouxe e sempre vai trazer coisas maravilhosas pro meu casamento, danças, beijos, momentos. Nos unimos mais lá e nos apaixonamos mais ainda.
A primeira vez que eu ouvi um eu te amo dele foi lá!! Pronto, falei.
E, como no meu casamento, tudo lá é inesquecível. E lá eu sou completamente feliz!!

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
Comente