Caracá!!! Alguém pode me explicar que sol era aquele? Juro que saí de casa apostando em um tempinho mais ameno. Ledo engano.

O sol apareceu, muito, muito forte e o céu estava um azulão daqueles.

Ao chegar no I Passeio sobre rodas, confesso, fiquei meio chateado. Poucas pessoas foram prestigiar este, que pode se tornar algo tão significativo como a Parada.

Alguns diziam: ‘Mas é só o primeiro’. Não importa! Por termos eventos tão grandiosos, pensei que a população estaria mais consciente. Não sei se não houve divulgação ou simplesmente os meios ignoraram, já que não li uma notinha sobre.

Mas mesmo assim relaxei e aproveitei. Percebi um misto de susto e alegria das pessoas nos prédios, que saiam em suas janelas, diante tamanho barulho. Muitas entravam no clima e acenavam. Moradores de rua, figuras típicas do centrão, acompanhavam o caminhão com dancinhas e saculejos.

Percebi da organização, muito trabalho e uma satisfação no final do evento. Mesmo que, talvez, não contentes com o número de presentes.

E, agora, quem sabe eu não devo aceitar o que eu ouvi e que citei anteriormente: ‘Mas é só primeiro’.

Sucesso maior nos que virão!

PS: senti falta dos trashers. Mesmo!

 

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
6 comentários
  1. Perdi…

    O feedback de quem esteve por lá foi bacana. Vamos aguardar os próximos

    dialog

Comente