Por Roberta Ribeiro para Trash 80′s

Por dois anos consecutivos – 2004 e 2005 – a música internacional preferida dos trashers foi “Freedom 90″, do cantor britânico George Michael. E, com certeza, ele é um dos mais adorados músicos da festa. E não é só por sua voz, que às vezes mais parece um sussurro (“Careless Whispers”, talvez).

Geórgios Kyriácos Panayiótou, verdadeiro nome de Michael, filho de um greco-cipriota com uma inglesa, nasceu em Londres, no ano de 1963. Mas surgiu para o mundo em 1981, quando, junto com o colega de escola Andrew Ridgeley, formou o Wham!. E desta parceria surgiram sucessos como “Wake Me Up Before You Go Go” e “Everything She Wants”. Em 1984, põe no mercado a já citada “Careless Whispers”, primeira música solo, sem o partner. Com cara de menino carente, conquista fãs enlouquecidas, que vão segui-lo carreira afora.

Em 1986, a carreira solo começa de fato, quando a dupla se separa definitivamente. O primeiro single a ser lançado por George Michael então é “I Want Your Sex” e surge o visual mais cafajeste, menos inocente. O primeiro álbum foi “Faith”, cuja música homônima também é um hit na pista da Trash 80′s.

Em 1990, com o álbum “Listen without Prejudice, Vol. 1″, mais um grande sucesso. Desta vez, a própria “Freedom 90″, que ganhou um videoclipe com as top models mais famosas do mundo naquela época, como Linda Evangelista e Naomi Campbell (esta ainda em atividade). Com isso, aumentou bastante sua fama de conquistador. Fama essa que nem um flagrante num banheiro público, em 1998, conseguiu arruinar. Apenas veio à tona o que muitos desconfiavam: o sonho de consumo de muitas garotas é homossexual.

Ele, que já fazia diversas campanhas de alerta e caridade, tornou-se um ícone ainda mais forte na luta pela diversidade e respeito na sociedade. E se já tinha o público feminino no fã-clube (não, ele não as perdeu depois de “sair do armário”), viu vários meninos se juntarem ao grupo. Porque talento e carisma não têm relação alguma com orientação sexual.

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
Comente