Por Luis Depeche para Trash 80’s

Fenômeno da música pop dos anos 90, o Double You ficou consagrado nas rádios e nas pistas de todo o mundo com músicas como “Please Don´t Go”, “Looking at My Girl” e “Run to Me”. Em entrevista para o site da Trash 80´s, o carismático Willian Naraine falou um pouco sobre a sua carreira, fãs, o seu novo projeto e “otras cositas más”. Confira abaixo a entrevista e não perca o show do Double You neste sábado, dia 28/10, na superfesta de comemoração de 2 anos da Trash 80´s na Vila Olímpia.

Quais são as melhores lembranças que você guarda de suas vindas ao Brasil?

Tive muitos momentos felizes aqui no Brasil. Lembro-me de shows para mais de 20.000 pessoas, e tive a oportunidade de conhecer cidades lindas.

Eu imagino que tenham vários fãs que gostariam de saber de onde surgiu o nome Double You. Por que você escolheu esse nome e como começou o projeto?

Meu nome e William, e W em inglês se pronuncia Double You. Começei meu projeto com meu produtor Roberto Zanneti e tivemos a idéia de gravar “Please Don’t Go” em um novo estilo para a época, a dance music. Acho que fui o primeiro artista a regravar uma música famosa neste estilo.

“Please Don´t Go” foi uma das músicas mais tocadas nas rádios e clubes do mundo inteiro no começo dos anos 90, principalmente no Brasil. De lá prá cá, como tem sido o seu relacionamento com os fãs do Double You?

É incrivel, pois me sinto como se estivesse começando tudo de novo. Tenho notado nos shows fãs de 15,16,17 anos e fãs que viveram a época dos anos 90. A garotada adora as músicas novas que estão tocando hoje no rádio e o mais legal é que conhecem também as músicas antigas, como “Run To ME”, “Looking at My Girl”, etc…

Depois do fenômeno de artistas como Laura Pausini e Eros Ramazzotti, a música pop italiana conquistou definitivamente as paradas de sucesso aqui no Brasil. Agora que você mora na Itália, já pensou em gravar alguma música nesse idioma?

Nunca pensei nesta possibilidade.

Em 2001 foi lançado “Studio Live”, especialmente para o mercado brasileiro. Como foi a gravação deste álbum?

Fizemos algumas versões acústicas das músicas de sucesso, mas o mais importante é que estou finalizando um DVD e um CD ao vivo produzido por Gino Martini, meu guitarrista que me acompanha há muito tempo. Este novo trabalho está para ser lançado aqui no Brasil e contará toda a minha história.

O Double You gravou versões para alguns dos clássicos da música pop como “Heart of Glass” do Blondie, “Ain´t No Stopping Us Now” (da dupla McFadden & Whitehead) e “Please Don´t Go” originalmente gravada pelo KC and The Sunshine band, entre outras. Estas músicas farão parte do setlist do show no Brasil?

Gosto sempre de variar meu repertório nos shows. Às vezes toco estas, às vezes não.

Você gosta de música brasileira? Poderia citar alguns artistas que você costuma ouvir?

Sim . Tom Jobim e Jota Quest.

Muitas pessoas que costumavam sair à noite par dançar nos anos 80 têm vergonha de assumir o seu gosto pelo “trash”. Respire fundo e conte para nós quais são as bandas e artistas que você continua gostando, mas que talvez tenha vergonha de assumir.

The Police e New Order.

E como é o seu dia-a-dia fora dos estúdios e dos palcos?

Respiro música o tempo todo. No dia-a-dia estou sempre compondo e adoro jogar futebol.

Por último, você gostaria de enviar uma mensagem para os seus fãs da Trash 80´s?

Espero que todos curtam bastante a festa!

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
2 comentários
  1. Gostaria de saber qual a nacionalidade do Double you? dizem que ele filho de brasileiro? abraços
    P.C

    dialog
  2. Double You é italiano…se é filho de brasileiro não sei…

    dialog

Comente