Por Malu da Matta para Trash 80´s

Não é nenhuma novidade que o Carnaval de Pernambuco atrai, a cada dia, mais e mais turistas brasileiros e, principalmente, estrangeiros ansiosos por conhecer o evento que conta com as mais diversas manifestações culturais do país. Recife, Olinda e demais cidades se transformam, graças a um Carnaval bem diferente das escolas de samba do Sudeste e dos trios elétricos baianos.

Originada da palavra ferver, surge o frevo. E com ele, os passistas, com coreografias que são verdadeiras ginásticas, e suas sombrinhas multicoloridas que dão o charme da dança. E ainda o hino “Quero sentir / A embriaguez do frevo / Que entra na cabeça / Depois toma o corpo / E acaba no pé”, composto por Luiz Bandeira e imortalizado na voz de Alceu Valença.

Patrimônio Cultural da Humanidade, Olinda mostra toda a criatividade num dos carnavais mais irreverentes do Brasil. No sobe-e-desce de suas ladeiras, o público participa de uma festa com mais de 300 blocos de diferentes temas, além dos famosos bonecos gigantes. O “Homem da meia-noite” é o bloco que dá nome ao boneco que abre oficialmente o Carnaval. E para encerrar em grande estilo, o não menos importante “Bacalhau do Batata” sai na quarta-feira de cinzas.

Recife tem aproximadamente oito pólos com diferentes manifestações carnavalescas, mas sem dúvida o Galo da Madrugada é o ícone do Carnaval pernambucano. E ele tem seus méritos. Fundado em 1978 e com o início de sua fama nacional nos anos 80, o bloco nasceu como um pequeno grupo de recifenses e, desde 1995, entrou para o Guiness Book como o maior do mundo, pois reúne mais de um milhão de pessoas. Para 2006, o Galo aumenta ainda mais seu percurso, levando os foliões a pularem 5km sem parar. Haja fôlego para tanta animação!

E para quem acha que acabou por aí, está enganado. Pernambuco conta ainda com uma imensa variedade cultural carnavalesca, que inclui mangue beat, orquestras de pau e corda, coco de roda, frevo de metais e o famoso maracatu de Nazaré da Mata. Mas isso é assunto para outro Carnaval.

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
Um comentário
  1. por favor estou procurando minha sogra mais de dez anos e não encontro quem sabe voceis tem um jeito de me ajudar desde já o meu muito obrigado o nome dela é maria josé de oliveira mora em pernanbuco em cabo de santo agostinho não sei mais nada sobre ela o filho dela é arlan carlos do nascimento telf;01122673788

    dialog
    elisabete g do nascimento comentou em 19 de fevereiro de 2010 às 19:41 Responder

Comente