Por Ligia Helena e Roberta Ribeiro para Trash 80′s

Biquíni asa delta ou fio dental, Rayto del Sol e… para onde ir? Se você viajasse no tempo até a década de 80, as respostas seriam bem diversas.
Em São Paulo, chique era ir para o Guarujá. Lá se concentravam as casas e apartamentos dos mais abastados. Farofa jamais! As outras praias até podiam ser boas, mas elegante mesmo era freqüentar a Praia da Enseada, Pitangueiras… até porque, o litoral norte de São Paulo, apesar de lindo, não era ainda tão conhecido e o litoral sul abrigava os que não tinham tanto poder aquisitivo.

Praia Grande, São Vicente, Santos, Ilha Porchat. As cidades de praia menos sofisticadas também faziam muito sucesso. Aliás, a Ilha (dentro do município de São Vicente), também era bem freqüentada e tinha pretensões de virar uma Ibiza brasileira. Mas o Guarujá era verdadeiramente imbatível.

O inegável é que sempre foi muito divertido comer picolé, espetinho de camarão e milho na praia. Pode ser sintoma de “pobreza”, mas traz boas lembranças para muita gente.

No Rio de Janeiro, a separação entre as zonas Norte e o Sul pelo túnel Rebouças deixava claro quem tinha melhor situação financeira. A grande diferença para São Paulo é que pobres e ricos acabavam freqüentado a areia juntos. Essa “democracia praiana” ocorria porque quem morava na zona Norte não se intimidava com a distância e acabava pegando um ou dois ônibus para estar, usando um termo da época, “na crista da onda”.

A juventude dourada carioca se reunia na Praia do Pepê, logo no começo da Barra da Tijuca, para praticar windsurfe, moreyboogie, surfe ou para ver as asas-delta que passavam baixinho, quase pousando em São Conrado. A praia foi batizada por causa do popular atleta Pepê, um grande praticante de esportes radicais. Ele morreu em um acidente de asa delta, mas a homenagem permanece até hoje.

Agora, com dinheiro ou sem, na praia badalada ou na “comum”, existe alguma coisa melhor que andar à beira mar, com o sol bronzeando o corpo? Ainda bem que o mar não é capitalista e a praia é para todos!

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
Comente