Por Roberta Ribeiro para Trash 80´s

Quem já viu algum vídeo na TV Trash ou estava na festa quando aconteceu o “Melhores da Noite Animada” sabe que uma das músicas mais representativas e tocadas atende pelo nome de “Companheiro” e tem até coreografia especial.

Todo esse sucesso com os trashers deve ser agradecido à banda que deu a música ao mundo. O Dominó foi formado em 1984 pela Promoart, produtora do apresentador Gugu Liberato.

A idéia original era formar um Menudo brasileiro. Afinal, o grupo porto-riquenho era sucesso absoluto num tempo em que o termo “boys-band” ainda nem havia sido inventado. Gugu, ao perceber isso, fez uma seleção com garotos de 14 e 15 anos, que soubessem cantar e dançar e escolheu quatro deles para formar o Dominó: Affonso, Nill, Marcos e Marcelo.

Ainda em 84, a CBS lançou um primeiro compacto dos meninos, com dois grandes hits: “Ela não gosta de mim” e… “Companheiro”! Aliás, o “hino” trasher ganhou até clipe no dominical “Fantástico”, numa época onde o fato de estar indiretamente ligado a uma emissora, não impedia os artistas de estarem na concorrente também.

Em 1985, lançaram seu primeiro LP completo, com a participação do infantil “Turma do Balão Mágico” em duas canções.

Tanto sucesso fez com que a banda fosse lançada no mercado latino em 1986. Em 1987, foi lançado o terceiro álbum, no ápice do fanatismo pelo quarteto. O carro chefe foi “P da Vida” e ainda contava com “Manequim”. Depois delas, num álbum preto de 1988, eles ainda emplacaram “Com Todos Menos Comigo”.

Com a saída de Nill, o aparecimento do Polegar (outra boy-band formada pela Promoart) e a posterior saída de Affonso, o Dominó até continuou existindo. Mas já sem o sucesso de antes.

Contudo, o legado musical da banda, independente da qualidade das canções, ficou. E ajudam – e muito – os DJs da Trash a animarem a pista.

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
Comente