Por Roberta “Iluminada” Ribeiro para Trash 80´s

O medo é instintivo, é provocado para que seja possível a escolha entre enfrentar um perigo, ou correr dele. É o medo quem prepara nosso corpo para reagir. Após uma situação de grande temor, é comum que venha o relaxamento. Nessas constatações, moram boa parte da razão dos filmes de terror. E nenhum período foi tão frutífero para este tipo de filme quanto a década de 80.

Aliás, dois clássicos do estilo vieram às telas no mesmo dia 13 de junho de 1980: “Sexta-Feira 13 – Parte 1” e “O Iluminado”. O primeiro trazia um massacre num acampamento universitário, feito pela mãe de um certo Jason Voorhees. (Sim, pela mãe do filho de cruz-credo, que morre afogado no lago onde fica o acampamento e volta para infernizá-lo). O segundo, baseado em obra homônima de Stephen King, é menos sanguinolento, apesar de pregar tantos sustos quanto “Sexta-Feira 13”. Impossível não gelar com a cara de doido de Jack Torrance, interpretado por Jack Nicholson e com o menininho que insiste em ver o violento passado de um hotel do Colorado.

Também na linha “espremeu, sai sangue”, quem não teve medo de dormir e dar de cara com Freddy Krueger? O rosto desfigurado parecia vir realmente direto do inferno. Junto com “Sexta-Feira 13”, “A Hora do Pesadelo” tem o maior número de continuações do cinema de horror: este tem seis e “Sexta-Feira 13” tem nove. Sem contar o filme conjunto dos dois vilões, que não entra aqui por ser de 2003.

Por fim, se a idéia era passar o maior sufoco na cadeira do cinema nos idos 80’s, uma das melhores opções era assistir “Poltergeist – O Fenômeno” e suas continuações “Poltergeist II – O Outro Lado” e “Poltergeist III – O Capítulo Final”. Principalmente se você souber antes de assistir que pessoas do elenco morreram antes mesmo do filme chegar à telona…

Então, se um dia você sentir raiva de alguém, e tiver uma imensa vontade de fazer a pessoa passar medo, não tenha dúvidas: convide-a para uma sessão com esses vídeos/DVDs e deixe bem claras suas intenções se ela não parar de irritá-lo…

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
Comente