Por Roberta Ribeiro para Trash 80´s

Como será que seus pais começaram a namorar? O que teria acontecido se o namoro nunca acontecesse? O jovem Marty McFly tem a oportunidade de responder a essas perguntas com a ajuda do Dr. Emmet Brown e sua máquina do tempo construída num DeLorean da década de 50. Já viu isso em algum lugar?

Se assistiu “De Volta para o Futuro” (1985), com certeza. O filme passou dúzias de vezes na televisão e fez tanto sucesso que ganhou duas continuações, que renderam grade quantidade de fãs pelo mundo.

E realmente, não há como não gostar de um filme que mata a vontade de todos de poderem passear no tempo. Dirigido por Robert Zemeckis (que fez “Uma cilada para Roger Rabbit”, entre outros) e produzido por Steven Spielberg, “De Volta para o Futuro” é cheio de referências e traz um tema recorrente no cinema, a volta no tempo por meio de invenções científicas, de forma simples e engraçada.

Além de voltar a 1955, o personagem de Michael J. Fox ganhou a oportunidade de conhecer o futuro, em “De Volta para o Futuro 2”, quando ele e o Doc Brown (interpretado por Christopher Lloyd) vão para 2015; e para o século XIX, na terceira parte da obra. O que muitos não sabem é que o terceiro filme foi filmado antes que o segundo. Este, na verdade, nem era cogitado quando as gravações do terceiro foram iniciadas. Porém, durante as gravações, surgiram tantas idéias que o diretor se viu obrigado a escrever outro roteiro. “De Volta para o Futuro 2” é provavelmente o único filme que tem cenas de sua continuação num trailer dentro do próprio filme!

O primeiro da série arrecadou US$ 350 milhões pelas bilheterias do mundo. Mas será que esse sucesso teria sido o mesmo se o protagonista tivesse sido entregue a outro ator? Pois isso quase aconteceu. As primeiras cenas do filme chegaram a ser gravadas com Eric Stoltz, mas ele não convenceu como adolescente e foi substituído por Michael J. Fox, que fez com que os figurinos fosse todos refeitos devido a sua pequena estatura.

Outra mudança esdrúxula no roteiro original em “De Volta para o Futuro” foi na própria máquina do tempo. Quando foi imaginada, ela era uma geladeira (!). Mas, com medo de que crianças resolvessem entrar nas geladeiras de suas casas e morressem congeladas nela, Zemeckis e Spielberg decidiram arranjar outra máquina, menos “perigosa”. Daí, muitas idéias depois, chegaram ao DeLorean. Isso tudo só para o primeiro filme. Não é à toa que “De Volta para o Futuro” é um dos longas mais queridos da década de 80. Sorte que agora já é possível ter a coleção completa em DVD em casa!

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
Comente